Logo Mais Retorno
Economia

Janet Yellen diz que a economia americana está ‘muito forte’, mas há ‘riscos à perspectiva’

Pontos como a inflação elevada e os desdobramentos da guerra na Ucrânia devem ser observados, segundo ela

Data de publicação:04/05/2022 às 14:27 -
Atualizado 15 dias atrás
Compartilhe:
  • Facebook
  • Linkedin
  • Twitter Mais Retorno
  • Telegram Mais Retorno
  • WhatsApp Mais Retorno
  • Email Mais Retorno

 A secretária do Tesouro dos Estados Unidos, Janet Yellen, afirmou nesta quarta-feira, 4, que a economia do país está "muito forte", no quadro atual. Ao mesmo tempo, disse haver "claramente riscos à perspectiva", como a inflação elevada, a guerra na Ucrânia e seus desdobramentos.

Segundo ela, os EUA continuam a avaliar e a discutir com seus parceiros internacionais potenciais novas sanções contra a Rússia. Caso Moscou prossiga com a guerra no vizinho, "provavelmente adotaremos mais sanções", adiantou.

Janet Yellen
Janet Yellen ressalta que a economia americana 'está muito forte', porém há 'riscos' - Foto: Flickr

A declaração foi feita no dia em que o Federal Reserve (Fed, o banco central americano) anunciará sua decisão de política monetária sobre as taxas de juros, que deve ser de uma elevação de 0,50 ponto porcentual.

PIB e inflação

Questionada sobre o recuo do Produto Interno Bruto (PIB) dos EUA no primeiro trimestre, Yellen argumentou que o dado principal do PIB não é o melhor indicador da economia americana neste momento.

Ela destacou o fato de que os gastos dos consumidores e os investimentos das empresas "seguem muito fortes". Além disso, ressaltou a força do mercado de trabalho atual.

Na frente da inflação, Yellen admitiu que ela está "muito elevada" neste momento e que é necessário reduzi-la.

Ressaltando a independência do Fed, ela notou que o BC caminha para tentar um "pouso suave" na economia enquanto contém a inflação.

"É possível que o Fed tenha sucesso, mas de fato há 'riscos' à perspectiva.

Janet Yellen

A guerra russa na Ucrânia provoca uma "escalada" nos preços de commodities, o que pode ter efeitos para outras nações, sobretudo as da Europa e as em desenvolvimento, mas também nos EUA, apontou ela.

Yellen ainda comentou que, na avaliação dela, os bancos "estão muito fortes" nos EUA, neste momento. / com Agência Estado

Sobre o autor
Mais Retorno
A Mais Retorno é um portal completo sobre o mercado financeiro, com notícias diárias sobre tudo o que acontece na economia, nos investimentos e no mundo. Além de produzir colunas semanais, termos sobre o mercado e disponibilizar uma ferramenta exclusiva sobre os fundos de investimentos, com mais de 35 mil opções é possível realizar analises detalhadas através de índices, indicadores, rentabilidade histórica, composição do fundo, quantidade de cotistas e muito mais!