Logo Mais Retorno
Economia

Guedes: não tem congelamento de preços de combustíveis, esquece esse ‘troço’

Proposta chegou a ser discutida com o Congresso

Data de publicação:09/03/2022 às 00:30 -
Atualizado 3 meses atrás
Compartilhe:
  • Facebook
  • Linkedin
  • Twitter Mais Retorno
  • Telegram Mais Retorno
  • WhatsApp Mais Retorno
  • Email Mais Retorno

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse a jornalistas na noite desta terça-feira, 8, ao deixar o prédio do Ministério, que "não tem congelamento" de preços de combustíveis. "Esquece esse 'troço'", respondeu o ministro, que entrou no carro e logo deixou o local.

Mais cedo, ao chegar ao ministério, Guedes afirmou que "só maluco congela preço", segundo imagem flagrada pelo R7. A afirmação foi feita em resposta a um questionamento de jornalista sobre se congelaria o preço dos combustíveis.

combustíveis
Paulo Guedes nega congelamento de preços do combustíveis - Foto: Isac Nóbrega/PR

Conforme noticiou ontem o Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado, a disparada do preço do petróleo com a guerra no Leste Europeu levou o governo do presidente Jair Bolsonaro (PL) a começar a discutir, inclusive com o Congresso, o congelamento temporário do preço de combustíveis pela Petrobras, proposta a qual o Ministério da Economia é contra.

A intenção se basearia em um modelo no qual o custo de não repassar a alta do petróleo no mercado internacional seria bancado pela Petrobras e, em última instância, pelos seus acionistas. Essa perspectiva fez os papeis da empresa caírem 7% na última segunda-feira na B3.

Hoje, havia a previsão de o ministro se reunir com o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, e com o senador Jean Paul Prates (PT-RN), relator das propostas envolvendo combustíveis no Senado. Apesar dos boatos, o Ministério da Economia informou que não haverá reunião nesta noite (de 3ª feira)./Agência Estado

Sobre o autor
Mais Retorno
A Mais Retorno é um portal completo sobre o mercado financeiro, com notícias diárias sobre tudo o que acontece na economia, nos investimentos e no mundo. Além de produzir colunas semanais, termos sobre o mercado e disponibilizar uma ferramenta exclusiva sobre os fundos de investimentos, com mais de 35 mil opções é possível realizar analises detalhadas através de índices, indicadores, rentabilidade histórica, composição do fundo, quantidade de cotistas e muito mais!