Logo Mais Retorno
Europa
Economia

O que você precisa saber sobre a Europa nesta sexta-feira, 29

Durante a manhã, vários dados relevantes sobre a economia da zona do euro foram divulgados, incluindo inflação e PIB

Data de publicação:29/07/2022 às 10:52 -
Atualizado 2 meses atrás
Compartilhe:

A divulgação de dados econômicos referentes à economia europeia está aquecida na manhã desta sexta-feira, 29.

Entre os mais relevantes está a inflação ao consumidor da zona do euro (CPI, na sigla em inglês), que subiu 8,9% em julho, segundo informações preliminares da Eurostat, superando o recorde anterior de 8,6% apontado em junho.

Europa
Inflação avança em nível recorde na zona do euro em julho, segundo leitura preliminar da Eurostat - Foto: Envato

O resultado veio bem acima da expectativa dos analistas, que esperavam que o indicador se mantivesse estável em 8,6%

O núcleo do CPI, que desconsidera os preços de energia e de alimentos, teve acréscimo anual de 4% em julho. Neste caso, o projeção do mercado era de aumento de 3,8%.

Apenas os custos de energia deram um salto anual de 39,7% em julho, impulsionados pela guerra na Ucrânia, após subirem 42% em junho.

O CPI recorde amplia pressões para que o Banco Central Europeu (BCE) siga elevando seus juros básicos. A autoridade monetária do bloco, que busca inflação constante de 2%, anunciou na semana passada um aumento de juros de 50 pontos-base, o primeiro desde 2011.

Primeira leitura: PIB europeu sobe acima da expectativa

Na contramão, a economia do bloco dá sinais de aquecimento. O Produto Interno Bruto (PIB) da zona do euro cresceu 0,7% no segundo trimestre de 2022 ante os três meses anteriores, segundo dados preliminares da Eurostat

A estimativa veio bem acima da expectativa do mercado, que previa alta de 0,1% no período. Na comparação anual, o PIB do bloco teve expansão de 4% entre abril e junho, também superando o consenso do mercado, de 3,4%.

Primeira leitura: PIB da França avança

O Produto Interno Bruto (PIB) da França avançou 0,5% no segundo trimestre de 2022 ante o primeiro trimestre deste ano, segundo dados preliminares divulgados pelo Instituto Nacional de Estatísticas e Estudos Econômicos (Insee).

O número superou a projeção dos analistas, que esperavam um crescimento de 0,2% e representa aceleração frente à queda registrada no primeiro trimestre de 2022, que foi de 0,2% em sua leitura final, na comparação trimestral

Na comparação anual, o PIB francês teve avanço de 4,2% no segundo trimestre, informou o Insee.

Primeira leitura: PIB da Alemanha fica estável

Já o Produto Interno Bruto (PIB) da Alemanha ficou estável no segundo trimestre de 2022 ante os três meses anteriores, segundo números preliminares divulgados pela Destatis.

O dado ficou abaixo da expectativa dos especialistas, que previam alta de 0,1% no período. Na comparação anual, o PIB alemão mostrou crescimento de 1,4% entre abril e junho, menor do que o consenso do mercado, de 1,7%.

A Destatis também revisou para cima o avanço do PIB da Alemanha no primeiro trimestre ante o quarto trimestre de 2021, de 0,2% para 0,8%.

Primeira leitura: PIB da Itália sobe

O Produto Interno Bruto (PIB) da Itália cresceu 1% no segundo trimestre de 2022 ante os três meses anteriores, de acordo com o Istat, como é conhecido o instituto de estatísticas do país.

O resultado veio bem acima da expectativa de analistas, que previam alta de 0,1% no período. Na comparação anual, o PIB italiano teve expansão de 4,6% entre abril e junho, também superando o consenso do mercado, de 3,5%. / com Agência Estado

Leia mais

Ações da Eletrobras sobem mais em dois meses do que FGTS em um ano (maisretorno.com)
O mar não foi para peixe para as big techs no 2T22 (maisretorno.com)
Restituição do IR2022: crédito sai hoje, 29, para os contribuintes (maisretorno.com)

Sobre o autor
Mais Retorno
A Mais Retorno é um portal completo sobre o mercado financeiro, com notícias diárias sobre tudo o que acontece na economia, nos investimentos e no mundo. Além de produzir colunas semanais, termos sobre o mercado e disponibilizar uma ferramenta exclusiva sobre os fundos de investimentos, com mais de 35 mil opções é possível realizar analises detalhadas através de índices, indicadores, rentabilidade histórica, composição do fundo, quantidade de cotistas e muito mais!

Inscreva-se em nossa newsletter