Logo Mais Retorno
Empresa

Reservas para comprar ações da Eletrobras terminam nesta quarta-feira; confira tudo o que precisa saber

Reservas podem ser feitas por meio do saldo do FGTS ou diretamente com as corretoras

Data de publicação:08/06/2022 às 05:00 -
Atualizado um mês atrás
Compartilhe:
  • Facebook
  • Linkedin
  • Twitter Mais Retorno
  • Telegram Mais Retorno
  • WhatsApp Mais Retorno
  • Email Mais Retorno

Termina às 12h desta quarta-feira, 08, o prazo de pedido de reserva de ações da Eletrobras para os investidores que querem ter o ativo em seus portfólios. O prazo é válido tanto para aqueles que vão usar o saldo do Fundo de Garantia do Tempo do Serviço (FGTS) para a compra das ações, quanto para os investidores pessoa física que querem investir diretamente nos papéis.

A oferta de ações da Eletrobras é parte do processo de privatização da companhia de energia elétrica, que vinha sendo negociado há bastante tempo. As estimativas da estatal são de que a oferta movimente cerca de R$ 30 bilhões, dos quais R$ 6 bilhões são destinados exclusivamente para os investimentos por meio do FGTS. A precificação dos papéis da companhia está prevista para esta quinta-feira, 09.

Eletrobras
Fachada de um prédio da Eletrobras | Foto: Agência Brasil

Como reservar ações da Eletrobras com o FGTS?

Para participar da oferta de ações da Eletrobras com o FGTS, o investimento mínimo é de R$ 200 e o máximo é metade do saldo disponível no Fundo. A reserva só pode ser feita por meio de fundos de investimento criados por instituições financeiras - são 21 fundos disponíveis entre 13 bancos e gestoras.

O investidor ainda deve escolher estre duas categorias de fundos para alocar seus recursos para a compra dos papéis da empresa de energia elétrica. A primeira delas são os Fundos Mútuos de Privatização (FMP-FGTS), que podem ser acessados pelo dinheiro disponível na própria conta do FGTS.

A segunda opção são os FMPs Migração, em que o dinheiro para a compra das ações será disponibilizado a partir de outras carteiras da mesma modalidade, como os da Vale e os da Petrobras.

Passo a passo para investir

Antes de iniciar o processo de reserva, é importante ter em mente que há 21 fundos disponíveis para quem quer participar da reserva de ações na oferta da Eletrobras. O investidor precisa escolher um desses fundos e, para isso, vale a pena se atentar às taxas de administração cobradas por cada instituição.

Após escolhido o fundo e o banco ou corretora, basta seguir os seguintes passos:

  • Acesse o aplicativo do FGTS com o seu CPF;
  • Clique em "autorizar bancos a consultarem seu FGTS";
  • Na sequência, clique em "aplicação nos fundos mútuos de privatização FGTS", depois em "FMP Eletrobras" e "continuar";
  • Leia e, se estiver de acordo, aceite os termos e condições;
  • Informe o nome da instituição financeira escolhida para fazer a reserva e confirme a seleção;
  • Depois do processo no aplicativo do FGTS, é necessário informar à instituição escolhida que deseja participar da oferta de ações e qual o valor que quer disponibilizar para a reserva;
  • Caso a instituição tenha mais de uma opção de fundo, será preciso, também, informar qual o fundo escolhido para a reserva.

Com o processo finalizado, é a instituição financeira que fica responsável por destinar os recursos do investidor para os papéis da Eletrobras. Depois de finalizada a oferta e uma vez que as ações já foram adquiridas, só será possível resgatar o valor investido após um período de 12 meses.

Os saques extraordinários só serão permitidos em caso de demissão do trabalhador, aposentadoria, falecimento, doenças graves, desastre natural, e para os investidores que já estejam há três anos ou mais fora do FGTS, que completem 70 anos ou que precisem do dinheiro para usar com moradia.

Fundos disponíveis para reservar ações da Eletrobras com o FGTS

Fundo de investimentoTaxa de administraçãoInstituição financeira
Daycoval FGTS Eletrobras FMP0,00%Daycoval
Guide Eletrobras FMP FGTS 0,15%Guide Investimentos
Safra Eletrobras FMP FGTS0,15%Banco Safra
BB Eletrobras FMP FGTS0,20%Banco do Brasil
BB Migração Eletrobras FMP FGTS0,20%Banco do Brasil
BTG Pactual Reference FMP FGTS Eletrobras0,20%BTG Pactual
Caixa Eletrobras FMP FGTS0,20%Caixa Econômica Federal
Caixa Migração Eletrobras FMP FGTS0,20%Caixa Econômica Federal
Genial Eletrobras FMP FGTS0,20%Genial Investimentos
Genial Migração Eletrobras FMP FGTS 0,20%Genial Investimentos
Itaú Eletrobras FIC ações0,20%Itaú
Itaú Eletrobras FMP FGTS0,20%Itaú
Itaú Migração Eletrobras FMP FGTS0,20%Itaú
Santander Eletrobras FMP FGTS0,20%Santander
Santander Eletrobras FMP FGTS0,20%Santander
XP Eletrobras FMP FGTS0,20%XP Investimentos
XP Migração Eletrobras FMP FGTS0,20%XP Investimentos
Bradesco Eletrobras FMP FGTS0,40%Bradesco
Bradesco Migração Eletrobras FMP FGTS0,40%Bradesco
Alfa II FMP FGTS Eletrobras Migração0,45%Alfa
BNB FMP FGTS Eletrobras0,45%Banco do Nordeste
Fontes: Valor Investe, bancos e corretoras

Como participar da oferta sem o FGTS?

Para quem não tem conta no FGTS ou apenas não quer usar o saldo disponível no Fundo, também é possível participar da oferta de ações da Eletrobras diretamente, como pessoa física. Para isso, basta ter ou criar uma conta em uma corretora de valores ou banco que esteja participando da oferta.

É necessário que o investidor informe a corretora sobre quanto dinheiro quer investir e quanto aceita pagar por ação. No caso de, após definido o preço por ação, os papéis ficarem acima do valor máximo estipulado, a reserva será automaticamente cancelada.

De acordo com o prospecto, diferentemente da reserva por meio do FGTS, para os investimentos feitos diretamente pela corretora, o valor mínimo é de R$ 1 mil e o máximo, de R$ 1 milhão. Os pedidos de reserva de até R$ 5 mil serão atendidos de forma integral, enquanto os valores acima dessa margem podem sofrer rateio, dependendo da demanda.

Fundos de investimento com exposição à Eletrobras

Outra forma de investir na Eletrobras é por meio de fundos de investimento que tem exposição aos papéis da companhia de energia elétrica. A Mais Retorno fez um levantamento dos fundos de ações que contam com a ação em suas carteiras, que são abertos ao publico, e com números representativos de cotistas.

Na tabela abaixo vai o desempenho de 14 deles nos últimos 12 meses, um período não muito favorável pelo comportamento negativo da Bolsa, pelas idas e vindas de notícias sobre os entraves para a privatização e pelos trimestrais da empresa ao longo de 2021.

No entanto, ao olhar para o longo prazo, os fundos podem oferecer uma maior diversificação ao investidor, já que contam com outros papéis em seu portfólio, o que pode trazer diferentes rentabilidades e riscos (sejam eles maiores ou menores).

FundoNº de cotistasExposição ao ativoRend. 12 meses
Bahia AM II FIA26.8752,69%-25,88%
BB Ações Tecn. BDR24.8430,25%-34,46%
Warren Equals FIA BDR12.1383,69%-0,56%
BB Ações Energia12.0845,56%-5,62%
FIA Caixa Infraestrutura4.2302,82%-5,21%
FIA Caixa Dividendos3.5074,04%-4,41%
Mirae Ass. Discovery FIA3.4044,00%-21,91%
Safra Infraestrutura FIA3.2971,02%-32,12%
FIA Caixa Ibovespa Ativo2.5012,12%-17,75%
FIA Caixa IBRX Ativo2.2190,64%-17,46%
BB Ações Governança FIA1.9460,63%-15,68%
Bradesco H FIA Ibovespa1.4220,43%-15,19%
Itaú Caixa Ações FI2440,15%-14,01%
Santander FI Ibov.Ativo Inst.370,74%-16,33%
Fonte: Mais Retorno
Sobre o autor
Bruna Miato
Repórter na Mais Retorno