Logo Mais Retorno
bolsa mercado agenda da semana
Mercado Financeiro

Bolsa sobe 0,20% e se mantêm acima dos 120 mil pontos; dólar tem alta de 0,62%

Mercado de ações foi sustentado por papeis de Petrobras e Vale

Data de publicação:30/03/2022 às 18:01 -
Atualizado 6 meses atrás
Compartilhe:

A Bolsa de Valores de São Paulo, a B3, entre perdas e ganhos durante todo o pregão conseguiu fechar no positivo, com alta de 0,20% e com isso manteve-se acima dos 120 mil pontos(120.259). De um lado, a valorização das commodities favoreceram Petrobras e Vale; de outro, o ceticismo em relação a um acordo para terminar a guerra levou a uma queda das bolsas internacionais.

O dólar fechou com alta de 0,62%, cotado a R$ 4,787. No mês a moeda acumula desvalorização de 7,23%; e no ano, de 14,18%.

bolsa
Foto: Reprodução

Lá fora: principalmente dois importantes temas estiveram em pauta: os desdobramentos da guerra, com impasses nas negociações entre Rússia e Ucrânia, e seus efeitos sobre a inflação global, que se mostra em ascenção nas principais economias, Estados Unidos, Inglaterra e agora a Alemanha, ressalta Victor Hugo Israel, especialista em Renda Variável da Blue3.

"A alta da inflação, que volta a patamares de 1981 nesses países, preocupando ainda mais no contexto de inflação e isso vem no compasso de maior aperto monetário entre os principais bancos centrais", pondera Israel.

Por isso, as bolsas internacionais fecharam no vermelho. Em Nova York, o Dow Jones fechou com queda de 0,19%; o S&P 500, de 0,63%. Já o Nasdaq conseguiu inverter o sinal no finzinho do pregão e fechar com alta de 0,27%.

Destaques do pregão da bolsa

As duas gigantes de commodities do Ibovespa, que sustentaram o fechamento da bolsa no azul, fecharam com altas expressivas: Petrobras subiu 2,14% e Vale, 1,43%.

Entre as maiores altas do pregão apareceram: Banco Pan (BPAN4) 5,68%; Yduqus Participações (YDUQ3) 3,45%; Minerva Foods (BEEF3) 2,82%; Meliuz (CASH3) 2,65%: e CSN (CSNA3) 2,46%.

A maior queda ficou com Qualicorp (QUAL3), de 5,99%, após divugação de resultados abaixo do esperado. Amais negociada foi a ação de Magalu, que fechou com queda de 1,86%.

Sobre o autor
Regina Pitoscia
Editora do Portal Mais Retorno.

Inscreva-se em nossa newsletter