Logo Mais Retorno
Mercado Financeiro

Bolsa cai 0,35%, com Vale e siderúrgicas, dólar também fecha em queda, a R$ 5,05

Reação dos mercado está ligada à proibição de importação de petróleo da Rússia, pelos EUA

Data de publicação:08/03/2022 às 18:22 -
Atualizado 3 meses atrás
Compartilhe:
  • Facebook
  • Linkedin
  • Twitter Mais Retorno
  • Telegram Mais Retorno
  • WhatsApp Mais Retorno
  • Email Mais Retorno

A Bolsa de Valores de São Paulo, a B3, operou perto da estabilidade, ora com pequenos ganhos, ora com ligeiras quedas. No fim do pregão, no entanto, o Ibovespa registrou queda de 0,35% aos 111.203 pontos, influenciado principalmente pela queda nos papeis da Vale e das siderúrgicas. O dólar viveu mais um dia de queda, de 0,52%, negociado no câmbio comercial a R$ 5,053.

Segundo o especialista em Renda Variável da Blue3, Matheus Malheiros, o principal evento do dia "foi o pronunciamento do presidente dos EUA, Joe Biden, confirmando a proibição de importar de petróleo e outras fontes de energéticas russas. Ele ressaltou também que apenas 8% do petróleo utilizado pelos americanos é proveniente da Rússia.

bolsa
Alta nos preços do níquel e aço atingiu ações da Vale, que influenciaram a queda da bolsa - Foto: Reprodução

Com isso, os preços do petróleo deram mais um esticão e o barril chegou a ser negociado a US$ 133,13, recuando mais para o final da tarde, porém com uma valorização de 4,60%, com a cotação de R$ 129,28. As medidas anunciadas reduzem a oferta e abastecimento dos mercados, pressionando as cotações do produto.

Ao mesmo tempo, a alta dos preços do petróleo são fonte de alta da inflação em qualquer parte do mundo.

A notícia sobre o corte de importação do petróleo russo pelos americanos trouxe volatilidade aos preços da commodities e mexeu com os papeis de Petrobrás (PETR4), que fecharam em alta de 2,42%, após terem despencado 7% no dia anterior.

Já as ações da Vale (VALE3), que caíram 4,04% e das siderúrgicas, foram influenciadas pela disparada dos preços do níquel e aço nos mercados internacionais. Entre as maiores quedas do pregão apareceram papeis da Companhia Siderúrgica Nacional, com queda de 4,42%, e CSN Mineração, com recuo de 2,93%.

Entre as maiores alta, destaque para Cielo, com valorização de 6,99%, e Lojas Renner, com alta de 6,92%. As aéreas também encerraram o dia entre as que mais subiram no pregão: Azul com +6,48%, e Gol com +6,19%.

O pronunciamento do presidente, afirma Malheiros, também deu alguma sustentação às bolsas americanas, que registraram fortes quedas na segunda-feira,7. Os índices chegaram a trafegar pelo azul, mas fecharam com desvalorização: O Dow Jones fechou com queda de 0,12%; o S&P 500, de 0,26%. Já a Nasdaq fechou com alta residual de 0,028%.

Na Europa, as principais bolsas fecharam em campo misto, logo após anúncios do governo norte-americano em relação as importações de petróleo russo, mas conseguiram retornar para um território positivo,ressalta a o especialista, após a União Europeia propor um plano para tornar a Europa independente dos combustíveis fosseis da Rússia, “bem antes” de 2030.

Sobre o autor
Regina Pitoscia
Editora do Portal Mais Retorno.