Logo Mais Retorno
BlackRock
post

Maior gestora de fundos do mundo, BlackRock encerra junho com US$ 8,5 tri no portfólio

Apesar do montante expressivo, o valor foi abaixo dos US$ 9,6 trilhões somados nos três primeiros meses de 2022

Data de publicação:18/07/2022 às 10:50 -
Atualizado 4 meses atrás
Compartilhe:

A BlackRock, maior gestora de fundos do mundo, fechou o segundo trimestre de 2022 com um lucro líquido de US$ 1,077 bilhão – ou US$ 7,06 por ação - queda de 22% em relação ao saldo positivo de US$ 1,378 bilhão registrado em igual período de 2021.

Em seu balanço, a empresa comunicou que encerrou o mês passado com US$ 8,5 trilhões de ativos sob gestão, valor abaixo dos US$ 9,6 trilhões acumulados nos três primeiros meses do ano.

BlackRock
Maior gestora de fundos do mundo, BlackRock registrou queda no lucro líquido no segundo trimestre de 2022 e volume de ativos sob gestão - Foto: Creative Commons

Em termos de captação líquida, o movimento foi inverso no segundo trimestre. Segundo a gestora, houve alta no montante, totalizando US$ 90 bilhões, ante US$ 81 bilhões na comparação anual, o que aponta que a BlackRock está apostando em produtos financeiros aderentes às demandas de seus clientes.

Outros dados do segundo tri

A receita da companhia no segundo trimestre caiu 6% na comparação anual dos três meses encerrados em junho, somando US$ 4,53 bilhões, abaixo da previsão do mercado de US$ 4,55 bilhões.

O desempenho negativo foi impactado pelo cenário de incertezas econômicas, incluindo inflação alta, taxas de juros globais em ascensão e ambiente adverso para a renda variável.

Primeiro trimestre de 2022

O desempenho desacelerado da BlackRock no segundo trimestre deste ano acontece após a empresa registrar um primeiro trimestre positivo, com lucro líquido de US$ 1,4 bilhão, alta de 20% na comparação com o mesmo período do ano passado, superando as estimativas do mercado.

No período, a receita da gestora subiu 7%, totalizando US$ 4,7 bilhões e o volume de ativos sob gestão recuou de US$ 10 trilhões, ao final de 2021, para US$ 9,6 trilhões em março deste ano.

O fluxo de entrada líquida da gestora perdeu a força nos três primeiros meses de 2022 ante igual período do ano passado, com investidores mais cautelosos em função da guerra na Ucrânia no fim de fevereiro e a inflação alcançando o maior nível das últimas quatro décadas.

Neste ano, foram US$ 86 bilhões líquidos aportados por investidores nos produtos da casa ante US$ 172 bilhões, no primeiro trimestre de 2021.

Leia mais

Recessão nos Estados Unidos: saiba investir para proteger seu patrimônio (maisretorno.com)
Recessão pode atrapalhar o pagamento dos dividendos em 2022? (maisretorno.com)
Recessão: como fica o crédito privado com economia mais fraca (maisretorno.com)
Recessão: saiba o que é e qual seu impacto na economia (maisretorno.com)
Boletim Focus: projeções para o IPCA em 2022 caem para 7,54% (maisretorno.com)

Sobre o autor
Mais Retorno
A Mais Retorno é um portal completo sobre o mercado financeiro, com notícias diárias sobre tudo o que acontece na economia, nos investimentos e no mundo. Além de produzir colunas semanais, termos sobre o mercado e disponibilizar uma ferramenta exclusiva sobre os fundos de investimentos, com mais de 35 mil opções é possível realizar analises detalhadas através de índices, indicadores, rentabilidade histórica, composição do fundo, quantidade de cotistas e muito mais!

Inscreva-se em nossa newsletter

,