Economia

O consumo global de petróleo deve continuar superando a oferta do produto em 2022. Isso porque a recuperação econômica após o pior da pandemia aumentou o gasto de combustíveis, enquanto o investimento em produção está sendo prejudicado por preocupações ambientais, segundo relatório do Bank of America (BofA). Com isso, o preço do barril pode chegar a US$ 100, prevê o banco.

foto: Ivan Samano
Por conta da demanda reprimida, preço do barril de petróleo pode chegar a US$ 100, diz BofA - Foto: Ivan Samano

“Há muita demanda reprimida de petróleo pronta para ser liberada”, disse Francisco Blanch, chefe de pesquisa do mercado de commodities do BofA em Nova York. Os futuros do petróleo Brent foram negociados perto de US$ 74 o barril nesta segunda-feira, 21.

Se o preço do barril de petróleo voltar aos três dígitos, será a primeira vez que isso ocorrerá desde 2014, quando uma inundação de óleo de xisto norte-americano colocou o mercado em uma crise da qual nunca se recuperou totalmente, segundo reportagem da Bloomberg.

A perspectiva cada vez mais otimista para o petróleo está aumentando a pressão sobre a coalizão Opep+ (Organização dos Países Exportadores de Petróleo), liderada pela Arábia Saudita e Rússia, que se reúne na próxima semana para reavaliar um possível aumento na produção, que foi cortada durante a pandemia.

Os preços do petróleo subiram este mês, já que o Irã, membro da Opep, não conseguiu selar um acordo para aliviar as sanções dos Estados Unidos sobre suas exportações do produto.

Viagem de carro

Segundo o Bank of American, as perspectivas de curto prazo para a aliança Opep+ são otimistas. O consumo de petróleo será impulsionado no próximo ano, à medida que o transporte luta para acompanhar a demanda extra de viagens, levando os passageiros a usar mais seus próprios carros.

A disseminação do home office não afetará o consumo de combustível quanto o esperado, já que os trabalhadores usam carros durante o dia para fazer suas atividades pessoais, reforçou o BofA em relatório. “Trabalhar em casa significa‘ trabalhar no carro ’em muitos casos”, disse Blanch.

Energia renovável e demanda

Ao mesmo tempo, o BofA acredita que os acionistas vão pressionar as grandes empresas a investirem mais em energia renovável e obrigar os perfuradores de xisto a devolver o dinheiro pago a eles em vez de gastar com novas perfurações.

Ainda assim, as expectativas para um mercado com desequilíbrio entre oferta e demanda em 2022 estão longe de ser unânimes. Um relatório da Agência Internacional de Energia divulgado no início deste mês mostrou que metade do aumento projetado pode ser suprido pela recuperação da produção fora da Opep, predominantemente nos Estados Unidos.

Isso deixaria a organização e seus parceiros com uma boa porcentagem da produção ociosa – ainda mais se o Irã conseguir chegar a um acordo nuclear com o país norte-americano até lá.

Imagem do autor

Repórter do Portal Mais Retorno.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Visualizar Comentários

Economia
Economia
Economia
Economia
Veja mais Ver mais