Logo Mais Retorno

Siga nossas redes

  • Instagram Mais Retorno
  • Youtube Mais Retorno
  • Twitter Mais Retorno
  • Facebook Mais Retorno
  • Tiktok Mais Retorno
  • Linkedin Mais Retorno
Mercado
Economia

Ata do Fed: Nível de juro ao fim do ciclo se tornou mais importante que ritmo; inflação também foi analisada

Desaceleração no ritmo de alta dos juros nos EUA seria apropriada em breve, diz o texto

Data de publicação:23/11/2022 às 17:32 -
Atualizado um ano atrás
Compartilhe:

Os dirigentes do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) avaliaram na reunião de política monetária de 1º e 2 de novembro que o nível dos juros nos EUA ao final do ciclo de aperto monetário se tornou mais importante do que o ritmo de aumento da taxa. "Os participantes concordaram que a comunicação dessa distinção ao público era importante para reforçar o forte compromisso do Comitê de retornar a inflação ao objetivo de 2%", destaca a ata do encontro, divulgada nesta quarta-feira, 23.

Os membros da autoridade monetária também afirmaram que seria oportuno desacelerar o ritmo de elevação dos juros à medida que a política monetária se aproximasse de uma postura suficientemente restritiva.

fed
Dirigentes do FED consideram que fim do ciclo de alta dos juros pode estar perto - Foto: Reprodução

Segundo eles, serão considerados na tomada de decisão "o aperto cumulativo da política monetária até à data, a defasagem entre as ações de política monetária e o comportamento da atividade econômica e da inflação e a evolução econômica e financeira".

A maioria substancial dos dirigentes julgou que uma desaceleração no ritmo de alta de juros provavelmente seria apropriada em breve. Um ritmo mais lento nessas circunstâncias permitiria ao Comitê avaliar melhor o progresso em direção às suas metas de máximo emprego e estabilidade de preços, avaliam os integrantes, de acordo com o documento.

Os dirigentes concordaram em ajustar política de forma apropriada de acordo com riscos, afirma a publicação. "As defasagens e magnitudes incertas associadas aos efeitos das ações de política monetária sobre a atividade econômica e a inflação estão entre as razões apontadas para a importância dessa avaliação", aponta a ata. Alguns participantes comentaram que a desaceleração do ritmo de crescimento poderia reduzir o risco de instabilidade no sistema financeiro, segundo o documento.

Alguns outros dirigentes observaram que, antes de diminuir o ritmo dos aumentos das taxas de juros, pode ser vantajoso esperar até que a postura da política fique mais clara em território restritivo e que tenham mais sinais concretos de que as pressões inflacionárias estão recuando significativamente, diz a ata.

Os dirigentes do FED levarão em conta nível de restrição financeira, as condições da economia e a inflação para novas altas de juros, aponta a publicação. No momento, com a política em nível quase suficientemente restritivo, os dirigentes enfatizaram a necessidade de observar a evolução das condições. /Agência Estado

Leia mais:

Sobre o autor
Mais Retorno
A Mais Retorno é um portal completo sobre o mercado financeiro, com notícias diárias sobre tudo o que acontece na economia, nos investimentos e no mundo. Além de produzir colunas semanais, termos sobre o mercado e disponibilizar uma ferramenta exclusiva sobre os fundos de investimentos, com mais de 35 mil opções é possível realizar analises detalhadas através de índices, indicadores, rentabilidade histórica, composição do fundo, quantidade de cotistas e muito mais!

® Mais Retorno. Todos os direitos reservados.

O portal maisretorno.com (o "Portal") é de propriedade da MR Educação & Tecnologia Ltda. (CNPJ/MF nº 28.373.825/0001-70) ("Mais Retorno"). As informações disponibilizadas na ferramenta de fundos da Mais Retorno não configuram um relatório de análise ou qualquer tipo de recomendação e foram obtidas a partir de fontes públicas como a CVM. Rentabilidade passada não representa garantia de resultados futuros e apesar do cuidado na coleta e manuseio das informações, elas não foram conferidas individualmente. As informações são enviadas pelos próprios gestores aos órgãos reguladores e podem haver divergências pontuais e atraso em determinadas atualizações. Alguns cálculos e bases de dados podem não ser perfeitamente aplicáveis a cenários reais, seja por simplificações, arredondamentos ou aproximações, seja por não aplicação de todas as variáveis envolvidas no investimento real como todos os custos, timming e disponibilidade do investimento em diferentes janelas temporais. A Mais Retorno, seus sócios, administradores, representantes legais e funcionários não garantem sua exatidão, atualização, precisão, adequação, integridade ou veracidade, tampouco se responsabilizam pela publicação acidental de dados incorretos.
É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos, ilustrações ou qualquer outro conteúdo deste site por qualquer meio sem a prévia autorização de seu autor/criador ou do administrador, conforme LEI Nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998.
® Mais Retorno / Todos os direitos reservados