Empresa

Ações da Petz disparam após cobertura do Bradesco BBI com recomendação ‘outperform’; entenda

Banco espera um bom desempenho dos papéis em 2022 da líder do segmento

Data de publicação:13/01/2022 às 00:30 - Atualizado 6 dias atrás
Compartilhe:
  • Facebook
  • Linkedin
  • Twitter Mais Retorno
  • Telegram Mais Retorno
  • WhatsApp Mais Retorno
  • Email Mais Retorno

Na última segunda-feira, 10, o Bradesco BBI, o Banco de Investimento da Organização Bradesco, iniciou a cobertura das ações da Petz, varejista de produtos para animais domésticos. No primeiro relatório sobre a companhia, o BBI recomendou os papéis como "outperform", ou seja, um desempenho acima da média do mercado, com um preço-alvo por ação de R$ 25 até o fim de 2022.

Desde o anúncio do início da cobertura, as ações da Petz vivem um movimento de valorização na Bolsa de Valores brasileira, a B3. No pregão de terça-feira, 11, os papéis dispararam 7,36%, liderando as altas da B3 e, nesta quarta-feira, 12, a empresa registrou mais um avanço de 3,87%, com os papéis cotados a R$ 15,57.

Ações da Petz disparam
Foto: Reprodução Facebook/Petz

Expectativas para as ações da Petz

Embora esses últimos dois pregões tenham sido positivos para a Petz, de agosto a dezembro de 2021 as ações da companhia acumularam uma queda de 50% no mercado de capitais. Para os analistas do BBI, no entanto, essa queda expressiva que pode assustar os investidores criou, na verdade, uma boa oportunidade de investimento.

"Acreditamos que a queda de 50% no preço das ações desde agosto de 2021 cria uma boa oportunidade para comprar uma tese de investimento de alta qualidade, com uma empresa com liderança de mercado, boas taxas de crescimento no comércio eletrônico (e-commerce), altos retornos, recursos defensivos e opcionais".

Análise do Bradesco BBI

De acordo com a instituição, o crescimento da Petz é considerado de baixíssimo risco, já que a empresa, tratada como líder de mercado está inserida em um mercado fragmentado e oferece um produto defensivo. Dessa forma, o BBI estima que a taxa de crescimento anual, composta das vendas da varejista, deve subir cerca de 29% entre 2021 e 2026, enquanto o lucro por ação deve avançar cerca de 29%.

Participação da Petz no mercado

O relatório do BBI destaca que a Petz opera 170 grandes pet shops no Brasil, um mercado que é dominado por "dezenas de pequenas lojas". Por isso, os analistas consideram que a varejista é uma "consolidadora natural por sua liderança de mercado, modelo de loja omnichannel (multicanais), que oferece amplo sortimento, preços atrativos e serviços de tosa, banho e veterinário, além de atuar como hub de atendimento online".

Sendo líder se seu segmento, a instituição projeta que a Petz dobre sua participação no mercado, hoje de 7,4%, em 10 anos ou menos. O crescimento deve ser impulsionado pelo lançamento de novas lojas e também pela recente aquisição da Zee.Dog, rede de lojas de acessórios para animais de estimação.

"A aquisição da Zee.Dog traz várias oportunidades para a Petz, principalmente com a Zee.Now, uma plataforma de entrega expressa semelhante a Ze Delivery, DoorDash e Deliveroo, que possuem um alto grau de aderência que deve ajudar a vincular os consumidores ao Ecossistema Petz".

Análise do Bradesco BBI
Sobre o autor
Bruna Miato
Repórter na Mais Retorno
Monoinquilino

Monoinquilino

Você já ouviu falar de monoinquilino ou fundo mono? Neste artigo você entenderá o que é e se vale a pena investir nele!

  CONTINUAR LENDO