Empresa

A Tesla informou, por meio de documento com resultados semestrais apresentado à Comissão de Valores Imobiliários dos Estados Unidos (SEC, na sigla em inglês), que realizou lucro de US$ 128 milhões na venda de bitcoins na primeira metade de 2021.

A companhia, entretanto, também afirmou que registrou perdas de cerca de US$ 50 milhões em sua carteira por conta da perda de valor da criptomoeda no período.

tesla
A Tesla registrou US$ 11,96 bilhões em vendas de veículos no segundo trimestre.

No primeiro trimestre de 2021, a montadora investiu US$ 1,50 bilhão em bitcoin e aceitou o ativo digital como forma de pagamento para a venda de alguns de seus produtos, prática suspensa em maio passado. A Tesla afirmou acreditar "no potencial de longo prazo de ativos digitais como investimentos e alternativas líquida ao dinheiro".

A empresa também disse que pode "aumentar ou diminuir sua posição em ativos digitais a qualquer momento", conforme necessário, e destacou que a volatilidade característica dos ativos digitais pode ser desfavorável em períodos que a montadora "quiser ou precisar" liquidá-los.

Balanço trimestral

No segundo trimestre de 2021, a Tesla superou as expectativas do mercado e registrou um lucro líquido recorde de US$ 1,14 bilhão. Essa é a primeira vez que a montadora consegue superar o patamar de US$ 1 bilhão de lucro líquido. 

Enquanto os analistas esperavam uma recita líquida trimestral de cerca de US$ 11,3 bilhões, a empresa reportou que o número chegou a US$ 11,96 bilhões, com a venda de mais de 200 mil carros entre abril e junho. / com Agência Estado

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Visualizar Comentários

Veja mais Ver mais