OTM (Opções)

Última modificação em 29 de Julho de 2021 às 04:36

O que é OTM?

OTM (Out of the Money) se refere a situações em que o valor do ativo é maior que seu preço de exercício em opção de venda (put) e menor que o preço do contrato em opção de compra (call). 

Em outras palavras, é uma "situação" na qual a opção se encontra. A classificação ajuda o investidor a entender qual é o melhor momento para exercer o direito do papel.

Em português, esse termo é traduzido como “fora do dinheiro”, ou seja, não vale a pena exercer o direito no momento da compra.

Como funcionam as opções OTM?

A situação OTM possibilita que o investidor diminua o custo de aquisição do ativo, limitando seus lucros máximos. Nesse tipo de operação, é comum que investidores escolham manter o papel em carteira.

Veja os exemplos:

  • Venda de strike por R$ 20, se o ativo está cotado em R$ 22;
  • Compra de strike por R$ 30, se o ativo está cotado em R$ 28.

Dessa forma, a opção “vira pó”, ou seja, perde seu valor de exercício e o strike, também chamado de prêmio, por sua venda influencia na redução do custo do ativo.

Ressalta-se ainda que quanto mais a opção for OTM, menores serão as possibilidades de exercício, assim como o prêmio.

Mas, caso o ativo se valorize, é possível recomprar a opção vendida com o pagamento de um prêmio maior, possibilitado pela valorização do ativo. Depois, basta vender uma opção no próximo vencimento.

Com isso, a tendência é alcançar um saldo positivo, pois opções com vencimentos distantes geram maiores prêmios.

Como os valores intrínseco e extrínseco influenciam nas opções OTM?

A diferença entre o valor do ativo e o da opção é a soma do valor intrínseco com o valor extrínseco, também chamado de valor tempo. Entenda:

Valor intrínseco

No mercado financeiro, o termo valor intrínseco se refere aos valores reais dos ativos, independente de fatores externos que afetam o preço, como o tempo.

Ele está relacionado à ideia de preço justo versus o preço praticado pelo mercado, cuja diferença representa a oportunidade de lucro.

Vamos a um exemplo:

Se temos a opção de comprar por R$ 100 uma ação que vale R$ 110, seu valor intrínseco é R$ 10. Porém, se essa ação valer R$ 95, a opção não tem valor. Ou seja, opções OTM não apresentam valor intrínseco.

Valor extrínseco

O valor extrínseco, por sua vez, mede o tempo e o risco dos ativos. Ele é afetado pelas expectativas de mercado a respeito de um ativo e pela mudança em sua precificação durante determinado período.

Quanto maiores as chances de proporcionar vantagens aos acionistas, maior é o valor extrínseco de um contrato de opção.

Seu cálculo leva em consideração o valor atual de uma opção e seu valor intrínseco. Por isso, podemos dizer que esses conceitos são complementares e somados compõem o prêmio.

Na prática, o valor extrínseco é a diferença entre o prêmio e o valor intrínseco.

O que é preciso saber para investir em opções OTM?

Para investir no mercado de opções, incluindo OTM, é fundamental compreender que para o lançador, que realiza especulações, as possibilidades de lucro são proporcionais aos riscos de prejuízo.

Já o risco assumido pelos titulares é de perder o valor do prêmio.

Também é necessário levar em conta os custos das aplicações, como as taxas determinadas pela Bolsa de Valores na hora de comprar e vender os ativos.

É importante, ainda, ficar atento à incidência de imposto de renda, que, diferente das ações, ocorre para lucros menores do que R$ 20 mil por mês.

Investimentos em opções, incluindo as que estão OTM, são recomendados para investidores com experiência, capazes de atuar de maneira estratégica e ampliar os lucros do portfólio.

Glossário de Finanças e Investimentos

Pesquise a(s) palavra(s) navegando pelo alfabeto abaixo