Logo Mais Retorno
termos

In the Money

Autor:Equipe Mais Retorno
Data de publicação:11/02/2021 às 09:10 -
Atualizado 2 anos atrás
Compartilhe:

O que é In The Money (ITM)?

In The Money é um tipo de classificação, no mercado de opções, que, em tradução livre, significa ‘dentro do dinheiro’.

  • Em uma opção de compra ITM, o seu ativo objeto é negociado no mercado à vista a um preço superior ao preço de exercício da opção.
  • Já na opção de venda ITM, o preço do ativo no mercado à vista se encontra abaixo do preço de exercício da opção.

Chamamos essa relação de moneyness e ela ajuda o investidor a identificar se vale a pena, ou não, comprar uma opção, baseado no seu exercício.

Como funcionam as opções in the money?

Na prática, estas são as duas situações em que um investidor pode lidar com as opções ITM:

Call ITM

Em uma opção de compra In The Money, compra-se um ativo cujo strike (preço de exercício) está menor que o preço de mercado, e vende-se por esse preço maior — lucrando, portanto.

Suponhamos que um investidor tenha as seguintes opções na carteira:

  • SUZBC580;
  • SUZBC590;
  • SUZBC600.

São opções de call referentes ao ativo SUZB3 (Suzano) com vencimento em março. Observe que a primeira opção tem um strike de R$ 58, a segunda de R$ 59 e a terceira de R$ 60. Além disso, o ativo tem um preço de mercado a R$ 62,93.

A pergunta é: qual das três opções está in the money? Em outras palavras: já que é uma opção de call, qual delas tem o strike menor que o preço de mercado?

Todas.

Qualquer uma das três, quando compradas, podem gerar lucro. A mais barata, SUZBC580, é a mais lucrativa, veja:

  • 62,93 - 58 = R$ 4,93 de lucro por opção.
  • 62,93 - 59 = R$ 3,93 de lucro por opção.
  • 62,93 - 60 = R$ 2,93 de lucro por opção.

Como, no mercado de opções, o lote mínimo é de 100 unidades, o lucro máximo da operação seria de R$ 493.

Put ITM

Na opção de venda ITM, a opção deve ser comprada a um preço de mercado menor, para ser vendida ao preço de exercício, que é maior, gerando lucro.

Retomando o exemplo anterior, para que uma opção de venda de SUZB3 seja ITM, ela deve ter um strike maior que R$ 62,93.

Neste caso, o investidor precisa se atentar ao fato de que, à medida que a data de vencimento se aproxima, o strike tende a zero. Afinal, é improvável que as ações da Suzano sejam valorizadas faltando poucos dias para o exercício das suas opções.

Contudo, cada uma dessas opções pode deixar de ser ITM para ser at the money (ATM) ou out of the money (OTM) antes do vencimento, a qualquer momento, então é necessário acompanhamento e agilidade na estratégia.

Isso quer dizer que os strikes podem se igualar (ou variar em até 2%) ao preço no mercado (ATM) ou mesmo ultrapassá-lo (OTM).

Vale a pena operar opções in the money?

Em termos gerais, as opções ITM:

  • de call tem muito Delta;
  • de put tem muito Delta Negativo;
  • ambas têm alto VI (valor intrínseco) com um baixo VE (valor extrínseco).

Logo, imagine que SUZB3 subiu 0,10 centavos e as opções de call que você tem possuem 80% de Delta. Esperamos que ela suba 0,08 centavos, em consequência disso. Portanto, essa alta no papel é favorável para o investidor.

Por outro lado, já que o Delta é negativo, para a put ITM, o cenário é igualmente vantajoso.

Por fim, tanto uma call quanto uma put in the money, que têm alto VI e baixo VE, também proporcionam vantagens pela baixa expectativa de desvalorização do papel no tempo.

Sobre o autor
Autor da Mais Retorno
A Mais Retorno é um portal completo sobre o mercado financeiro, com notícias diárias sobre tudo o que acontece na economia, nos investimentos e no mundo. Além de produzir colunas semanais, termos sobre o mercado e disponibilizar uma ferramenta exclusiva sobre os fundos de investimentos, com mais de 35 mil opções é possível realizar analises detalhadas através de índices, indicadores, rentabilidade histórica, composição do fundo, quantidade de cotistas e muito mais!