Última modificação em 18 de janeiro de 2021

O que é um fundo feeder?

Algumas gestoras de investimentos gostam de utilizar de uma estrutura de fundo feeder em seu portfólio. Esse é o nome dado a fundos que recebem os investimentos de cotistas e usam esse dinheiro para investir em um fundo principal, chamado de fundo master.

Essa é uma estratégia bem comum e utilizada no Mercado Financeiro para melhor gerenciamento de recursos dos investidores. Vamos entender como essa estrutura funciona e os principais benefícios oferecidos.

Como funciona o fundo feeder?

Em tradução livre para o português, fundo "feeder" pode ser traduzido para algo como "fundo alimentador". E o nome explica bem o sue funcionamento na medida em que ele serve como forma de "alimentar" o capital do fundo principal que, como vimos, é chamado de fundo master.

Aqui, podemos dizer que esse é o formato utilizado como porta de entrada para os investimentos dos investidores individuais. Eles centralizam o recebimento dos aportes e direcionam para o fundo principal, onde de fato serão feitas as movimentações financeiras e a compra ou venda dos ativos desejados para a carteira.

Assim, o resultado de um fundo feeder é, basicamente, reflexo das movimentações do seu fundo master, razão pela qual o investidor deve entender o funcionamento de ambos os formatos antes de investir.

Quais os benefícios de um fundo feeder?

Existem alguns motivos técnicos pelos quais as gestoras e fundos de investimentos utilizam dessa estrutura entre fundo feeder e fundo master.

Em primeiro lugar, existe uma razão comercial para a estratégia. Por vezes, diferentes perfis de clientes podem acessar o mesmo produto (oferecido via fundo master), mas com condições diferentes (como taxas menores ou maior aplicação mínima). Assim, o fundo feeder permite essa abordagem de negociação mais ampla e diversificada.

Além disso, essa estrutura se reflete em ganhos operacionais para as gestoras na medida em que, com um único fundo, ela consegue amplificar suas receitas por meio de novas taxas. Ao mesmo tempo, os resultados são facilmente replicáveis na medida em que apenas um deles (o fundo master) é quem realiza as movimentações da carteira.

Por fim, podemos ainda mencionar uma maior justiça entre cotistas. Ao ter diferentes fundos com uma estratégia similar, a gestão precisaria parcelar as compras, favorecendo alguns clientes e prejudicando outros. Com o uso de um fundo master, isso não acontece. Todos os investidores do fundo feeder possuem acesso aos ativos e operações do fundo principal, sem diferenciação além das condições comerciais.

Quais as desvantagens do fundo feeder?

Se oferece todas as vantagens que mencionamos no tópico anterior para as gestoras e bancos de investimentos, essa estrutura costuma trazer um ônus ao investidor que é a aplicação duplicada de taxas.

Isso acontece porque tanto o fundo feeder, como o fundo master, possuem suas respectivas taxas de administração. Assim, o cotista acaba pagando "duas" vezes para acessar os produtos, algo que deve ser levado em consideração antes de investir.

A boa notícia é que a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) determinou que os fundos de investimentos sejam obrigados a compartilhar a taxa de administração máxima. Assim, você saberá quanto paga no total ao invés de ter taxas ocultas, como era uma prática comum de mercado antigamente.

O fundo feeder é um FIC?

Sim, um fundo feeder é, essencialmente, um fundo de investimento em cotas (FIC) na medida em que atua comprando cotas do seu fundo master. No entanto, esse não é o único formato, pois o fundo feeder precisa investir apenas em seu fundo principal, enquanto que um FIC pode diversificar as cotas de fundos que compra.

Essa é uma diferença sensível, mas importante do ponto de vista dos investimentos. Se você busca diversificação, é melhor buscar por um FOF (fundo de investimentos em fundos) do que um fundo feeder, uma vez que todo patrimônio estará alocado em seu fundo master.

Termo do dia

Aposentadoria Integral

O que é Aposentadoria Integral? Aposentadoria Integral é o benefício recebido sem descontos. Um erro comum é acreditar que a aposentadoria integral corresponde a 100% do…