Última modificação em 13 de abril de 2021

O que é um Event Driven Activist?

Event Driven Activist é um termo para definir um investidor individual ou institucional — como um fundo de hegde ativista — que adquire uma participação muitas vezes minoritária e não controladora com direito a voto dos títulos patrimoniais de uma empresa pública. O intuito é realizar mudanças significativas na empresa-alvo.

Esse tipo de investidor não controla ou sequer administra a empresa na qual investe. Em vez disso, conta com o apoio de investidores institucionais e de fundos de pensão para conseguirem exercer apenas influência nas decisões e exercer seus direitos como acionistas.

Qual é o impacto de um Event Driven Activist?

Muitas vezes, o real impacto de um Event Driven Activist em uma empresa resulta em uma caixinha de surpresas. Existem casos em que os esforços em aumentar o valor das ações da empresa para os acionistas foram bem-sucedidos e, com isso, foi possível fazer com que os investidores típicos ganhassem mais dinheiro.

Em contrapartida, o total oposto dessa situação pode acontecer. Existem vários relatos de que os investidores ativistas passam a pressionar por mudanças de curto prazo ao invés de adotar uma visão de longo prazo — o que seria muito mais benéfico para os investidores comuns.

Um Event Driven Activist também pode ajudar a dar voz aos investidores médios que, normalmente, têm em mãos poucas ações de uma empresa para ter uma participação real em suas decisões. Ao mesmo passo, é importante ter em mente também que esses investidores ativistas nem sempre terão os mesmos objetivos ou motivações de investimento que um investidor típico.

Quais são as táticas de um Event Driven Activist?

As táticas de um Event Driven Activist são relativamente diversas e podem variar de colaborativas a contenciosas. Entre elas, é possível citar disputas por procuração, litígios, negociações com a administração, resoluções de acionistas e campanhas públicas.

Embora essas campanhas recebam mais atenção, muitos investidores ativistas preferem optar por uma abordagem privada em um esforço para que as questões sejam trazidas à tona de forma colaborativa. No entanto, em alguns casos, as táticas poderão incorporar etapas para colocar uma certa pressão nas empresas-alvo, como brigas por procuração e voto dos acionistas, oferta ou aquisição não solicitada e negociação privada com a administração sem ativismo divulgado publicamente.

Devido a fatores como despesas financeiras e ao tempo associado ao lançamento de um concurso de procuração e litígios, por exemplo, poucas campanhas de Event Driven Activist seguem cartas e apresentações anteriores à administração da empresa. Isso também serve para as empresas-alvo que buscam cada vez mais optar por um acordo amigável em um esforço para evitar uma batalha de contenção no que se refere a mudanças de atitude de consultores de procuração e investidores institucionais.

Qual é a relação entre um Event Driven Activist e as redes sociais?

Event Driven Activists estão cada vez mais usando das plataformas online para se envolver em questões importantes e defender um diálogo mais construtivo. A importância das redes sociais como uma plataforma interativa acontece desde o ano de 2007, quando um investidor ativista lançou um compromisso público e online no site Yahoo que teve como resultado a renúncia do CEO da empresa na época.

Esse novo padrão de número crescente de empresas públicas se deu pelo uso ativo das redes sociais como forma de enviar informações sobre ganhos trimestrais, postar atualizações em blogs corporativos para amplificar as reuniões anuais e para compartilhar mensagens de lideranças em vídeo. Alguns dos compromissos online mais procurados atualmente tanto pelas empresas-alvo quanto por investidores ativistas incluem sites de campanha dedicados, amplificação entre canais de distribuição e conteúdo visual específico para o assunto.

O esperado é que tanto a comunicação quanto o compartilhamento social vinculados ao Event Driven Activist continuem a aumentar no futuro. Se, de alguma forma, o passado servir como uma indicação, os fundos de investidores ativistas buscarão cada vez mais permanecer inovadores com estratégias de comunicação cada vez mais digitais.

Termo do dia

Mercado de Crédito

O que é mercado de crédito? O mercado de crédito é parte integrante do Sistema Financeiro Nacional, composto ainda pelos mercados de câmbio (moeda), capitais (valores…