Última modificação em 16 de março de 2021

O que é Cetipado?

Cetipado é uma expressão criada no mercado financeiro. Geralmente, ele é utilizado para fazer referência a alguns ativos que possuam como característica uma relação direta com a CETIP.

Você já ouviu falar dessa instituição? Caso seja uma novidade, vamos explicar um pouco sobre a função desse sistema, pois a sua atuação tem uma relação direta e objetiva com o termo "Cetipado".

O que é a CETIP?

CETIP é uma abreviação para a Central de Custódia e Liquidação Financeira de Títulos. Em resumo, essa é a nomenclatura de um sistema de liquidação e custódia para os títulos, em especial os produtos da renda fixa.

A sua função, na prática, é garantir que as transações realizadas pelos investidores sejam realizadas dentro da normalidade. Isto é, ela é responsável não apenas pelo registro dos títulos, mas também pela guarda do ativo.

É justamente por meio desse serviço que você encontra a certeza de que realmente investiu em um determinado ativo. Vale destacar ainda que, embora possua autonomia, as atividades possuem fiscalização e regulamentação da CVM (Comissão de Valores Mobiliários).

Ativo Cetipado: como funciona?

É justamente por essa função de liquidação e custódia de ativos no mercado financeiro que os ativos recebem a expressão de Cetipado. Ou seja, o termo é uma referência ao seu registrado na Central de Custódia e Liquidação Financeira de Títulos.

Vamos considerar um exemplo prático. Imagine que você resolva investir nas Letras de Crédito Imobiliário emitidos pelo seu banco. Como ter certeza de que a operação vai ocorrer nos termos em que ela é apresentada? Ou então ter a tranquilidade de que o ativo está realmente em seu nome?

Tudo isso é uma função da CETIP, garantindo segurança e eficiência ao mercado financeiro. Assim, podemos dizer que um "ativo Cetipado" é um produto que foi devidamente registrado e liquidado pela empresa.

Quais ativos podem ser Cetipados?

A CETIP é responsável pela liquidação e custódia dos títulos de renda fixa. Logo, são justamente esses os ativos que podem ser Cetipados na Central de Custódia e Liquidação Financeira de Títulos.

Se você investe em renda fixa, pode ter certeza que a guarda dos seus investimento é desse sistema. Abaixo, listamos alguns exemplos de produtos da categoria:

Qual é a importância de um ativo Cetipado?

Como vimos, a CETIP tem uma função fundamental na oferta de transparência ao mercado financeiro. Ela é quem garante a segurança de todas as partes envolvidas em uma negociação.

Portanto, quando um ativo está Cetipado, podemos concluir que ele está seguro. A guarda do seu investimento é garantida pela Central de Custódia e Liquidação Financeira de Títulos, assim como as condições acordadas inicialmente.

Outro ponto interessante que é a CETIP não é utilizada apenas para investimentos. Transações financeiras como DOC ou TED, por exemplo, também são registradas por lá. Ou seja, é um serviço essencial para o bom funcionamento de todo mercado.

Ações podem ser Cetipadas?

Ao contrário dos títulos de renda fixa, os ativos de renda variável não são registradas na Central de Custódia e Liquidação Financeira de Títulos. Isso não significa que não sejam devidamente liquidados e custodiados, apenas que muda a atribuição da responsabilidade.

No caso do mercado de capitais, a atribuição é da própria Bolsa de Valores, a B3. Portanto, fique tranquilo, a confiança e transparência de um ativo Cetipado também se aplica à renda variável.

Termo do dia

ISE – Índice de Sustentabilidade Empresarial

O que é ISE? O ISE – sigla correspondente a “Índice de Sustentabilidade Empresarial” – é um recurso utilizado para mensurar qual o nível de sustentabilidade que as…