Última modificação em 10 de março de 2021

O que é Ativo Financeiro?

Com o crescente interesse da população pelo mercado financeiro, alguns termos começaram a aparecer com mais frequência, como o "ativo financeiro".

Segundo Robert T. Kiyosaki, autor do livro de finanças “Pai Rico, Pai Pobre”, um ativo financeiro é todo investimento que gera renda para quem o possui, enquanto que um passivo financeiro é todo investimento que gera despesa.

Os ativos financeiros geralmente são intangíveis - não possuem forma física, ao contrário de um imóvel, por exemplo - e têm alta liquidez, ou seja, oferecem a opção de resgate a qualquer momento.

Quais são os principais Ativos Financeiros?

A ações são as menores frações do capital de uma empresa que são negociadas na Bolsa de Valores. Imagine que essa empresa seja dividida em milhares/milhões de partes: essas partes são as ações e a geração de renda virá a partir da valorização ou pela sua venda.

Quando o governo precisa de dinheiro para financiar suas atividades, eles emitem títulos de dívida pública. Nesse caso, você poderá “emprestar” dinheiro para o governo por meio da compra desses títulos públicos. Em troca disso, o governo devolverá seu investimento acrescidos dos juros.

Os títulos privados seguem a mesma lógica dos títulos públicos. A diferença principal é que em vez de “emprestar” dinheiro para o governo, você fará para empresas privadas como Bancos. Os ativos financeiros de titulo privado mais conhecidos são o CDB e LCI/LCA.

Além dos principais, quais são os outros tipos de Ativos Financeiros?

Existem ativos de renda fixa e os ativos de renda variável.

Os ativos de renda fixa: como o nome sugere, oferecem rendimentos em uma taxa fixa. São investimentos recomendados para iniciantes por oferecer rentabilidade garantida e risco baixo. Os principais exemplos de ativos de renda fixa são os títulos públicos e títulos privados.

Os ativos de renda variável: diferente dos ativos de renda fixa, os ativos de renda variável são imprevisíveis e sofrem oscilações de acordo com o preço do ativo. Ou seja, você não tem a segurança de saber quanto terá de retorno - isso se tiver. Por isso é recomendado apenas para investidores mais experientes.

As ações são o principal ativo financeiro de renda variável.

Como escolher o melhor Ativo Financeiro?

Quando falamos em investimento é preciso ter calma para não meter os pés pelas mãos. O primeiro passo é identificar qual tipo de investidor você é: conservador ou gosta de arriscar?

É claro que, para iniciantes que nunca tiveram nenhuma experiência com investimentos, o recomendado é começar com os ativos financeiros de renda fixa, afinal, oferecem menor risco e maior segurança.

Agora, se você gosta de emoção, os ativos de renda variável te oferecem isso: alto risco compensado pela possibilidade de receber um retorno bem maior do que o investido. Porém, pelo grande risco de prejuízo é recomendado que o investidor tenha experiência ou muito estudo na área.

Porém, nesse caso o ideal é que você mescle seus investimentos em ativos de renda fixa com os de renda variável. Afinal de contas, se o pior acontecer e você perder seu dinheiro em um investimento arriscado, ainda terá uma reserva de emergência.

Como investir em um Ativo Financeiro?

Começar a investir é simples. Você precisa ter uma conta em um banco ou em uma corretora de valores. Cada um deles cobra uma taxa para investir, portanto cabe a você pesquisar qual a melhor opção.

Geralmente, as corretoras oferecem taxas menores como atrativo. Pesquise em sites como o Reclame Aqui e veja a reputação de cada uma antes de escolher a sua.

Após isso, basta traçar um plano de investimento e escolher em qual ativo você irá colocar seu dinheiro. Lembre-se que quanto mais arriscado é o ativo, maior deverá ser seu conhecimento sobre ele.

Termo do dia

Perfil moderado

O que é o perfil moderado? Perfil moderado é o nome dado a um tipo específico de investidor, categorizado conforme a sua tolerância ao risco e…