Renda Variável

Saiba tudo sobre a distribuição de dividendos do Bradesco em 2021

Em reunião do Conselho de Administração, o Banco Bradesco divulgou a apuração do lucro líquido referente ao ano de exercício de 2020. Com isso, foi aprovada…

Data de publicação:15/06/2021 às 01:25 - Atualizado 5 meses atrás
Compartilhe:
  • Facebook
  • Linkedin
  • Twitter Mais Retorno
  • Telegram Mais Retorno
  • WhatsApp Mais Retorno
  • Email Mais Retorno

Em reunião do Conselho de Administração, o Banco Bradesco divulgou a apuração do lucro líquido referente ao ano de exercício de 2020. Com isso, foi aprovada proposta de pagamento de juros sobre o capital próprio no valor de R$184.018.865,43, conforme sugerido pela diretoria.

Diante disso, cada ação ordinária será negociada por R$0,019837530, enquanto as ações preferenciais terão valor de R$0,021821283 por ação. Para ter direito aos proventos, no entanto, os acionistas deverão estar inscritos até a data-base de direito, isto é, em 17 de fevereiro de 2021.

A data de pagamento está prevista para ocorrer no próximo dia 08 de março de 2021, em um valor líquido correspondente à R$0,016861901 (ON) e R$0,018548091 (PN), já considerando a dedução do imposto de renda.

Mas, afinal, o que são dividendos? Se deseja entender como eles funcionam na bolsa de valores, basta continuar sua leitura. Neste post vamos explicar tudo sobre os proventos do Banco Bradesco. Acompanhe!

O que é dividendo?

De modo geral, dividendos nada mais são do que a parte do lucro líquido dividido entre acionistas de determinada companhia. Os acionistas, por sua vez, são pessoas que compraram ações dessas empresas na Bolsa de Valores e, assim, tornaram-se “sócias” do negócio.

Em contrapartida ao investimento aplicado, o acionista tem direito de participar das distribuições de lucro, dentro do percentual de papéis que ele possui. Na prática, os dividendos são uma forma de atrair mais investimentos para as operações das empresas listadas na bolsa.

Essa prática é regulada pela Lei n. 6.404/76, popularmente conhecida como Lei das S/As. De acordo com a legislação, toda companhia da Bolsa de Valores deve determinar um percentual do lucro líquido obtido em um período específico para distribuí-los entre os acionistas.

Ela existe, portanto, para recompensar aqueles que compram as ações. Por outro lado, é importante destacar que não há um limite mínimo estabelecido para divisão dos lucros entre os acionistas. Sendo assim, é o estatuto social da empresa que determinará o índice destinado ao pagamento de dividendos.

Como funciona o dividendo?

Pessoas que investem em ações, naturalmente podem lucrar de diferentes maneiras, desde a valorização dos ativos até a participação nos lucros da empresa. No caso dos dividendos, existem algumas categorias de pagamentos, sendo as principais delas, em dinheiro, ações ou através da taxa de juros sobre capital próprio (JCP).

Confira, a seguir, mais detalhes sobre cada uma delas.

Dinheiro

O pagamento de dividendos em dinheiro significa que o acionista receberá o valor exato de cada ação ordinária ou uma porcentagem dela, por exemplo. Neste caso, o dinheiro pode ser reaplicado para compra de novas ações, por exemplo.

Ações

Por outro lado, o pagamento de dividendos em ações representa a oferta de uma determinada quantidade de papéis da companhia, levando em consideração o número de ativos que o investidor já possui.

Juros sobre Capital Próprio (JCP)

O Juros sobre Capital Próprio é um investimento muito semelhante aos dividendos. Entretanto, o investidor deve recolher 15% dos seus ganhos a título de pagamento do Imposto de Renda. 

Nessa modalidade, é importante lembrar que as companhias são isentas de obrigações fiscais sobre seus dividendos. Portanto, é comum que sejam distribuídos um percentual maior de lucros.

O que é Bradesco?

O Bradesco é uma instituição bancária formada por um dos principais grupos financeiros do país. Fundada em 1943 em Marília, São Paulo, pelo então lavrador e empresário Amador Aguiar, o Bradesco surgiu com o objetivo de se tornar uma financeira baseada no desenvolvimento socioeconômico do Brasil.

Em seus primeiros anos de vida, o banco servia principalmente os interesses de pequenos comerciantes, alguns empresários, imigrantes e proprietários de terras. A partir da expansão da marca, o Bradesco passou a operar na cidade de São Paulo, ainda no ano de 1946.

Atualmente, a instituição se tornou um dos maiores bancos brasileiros e uma companhia de capital aberto com mais de 60% de suas ações sendo livremente negociadas no mercado. Em sua cartela de produtos, destacam-se as operações bancárias, de investimentos, seguros, previdência, consórcios e títulos de capitalização.

O Bradesco é ainda responsável pela administração de mais de 25 milhões de contas-correntes, 63 milhões de contas-poupança e 53 milhões de segurados. Para tanto, a companhia conta com cerca de 73 mil postos de atendimento, além de dispor de 12 agências no exterior.

Ações do Bradesco na Bolsa de Valores

Com uma maciça atuação no setor de bancos privados e sendo considerada líder no mercado de seguros do país, o Banco Bradesco tornou-se uma potência, com resultados expressivos e desempenho muito parecido ao obtido pelo Banco Itaú.

A instituição está listada na Bolsa de Valores (B3) e possui dois tipos de ações: BBDC3 (ordinária) e BBDC4 (preferencial). O Bradesco está inserido no segmento de listagem de nível 1 e uma participação de 6,4% no Ibovespa.

Resultados dos dividendos do Bradesco

De acordo com o inciso III do Artigo 27 do estatuto social do Bradesco, o dividendo mínimo obrigatório é de 30% (trinta por cento) do lucro líquido ajustado. No caso das ações preferenciais, o estatuto ainda garante dividendos 10% (dez por cento) maiores que os atribuídos às ações ordinárias.

Confira, a seguir, os últimos resultados em Dividendos apresentados pelo Banco Bradesco.

BBDC3

Desde 2017, as ações ordinárias vêm pagando JCP Mensais, eventualmente suplementares e dividendos extraordinários ou complementares. A instituição tende a distribuir um valor fixo por JCP mensal aos seus acionistas. Nos últimos 5 anos, cada ação ON apresenta retorno de R$ 0,017249826 — com exceção às JCP complementares e intermediárias.

BBDC4

As ações preferenciais (PN), por sua vez, são conhecidas por garantirem pagamento de dividendos recorrentes aos acionistas. Em 2017, por exemplo, cada ação era representada por dividendos de R$ 0,82. No mesmo período, os juros sobre capital próprio garantiram cerca de R$ 0,0189 por ação, pagas entre o dia 1 e o dia 3, exceto a data-base de junho e dezembro, quando foram pagas no dia 16 de julho e 8 de março de 2018, respectivamente.

Como você pode perceber, os dividendos são parte do lucro líquido que é então compartilhado entre os acionistas, de acordo com a quantidade de papéis que cada um possui. Dessa forma, os proventos por ação se tornam muito pequenos, não oferecendo um retorno esperado para boa parte dos investidores.

Assim, para fazer valer a pena e viver de dividendos, seria necessário dispor de um grande número de ações. Portanto, se quer saber como fazer o seu investimento ter mais retorno, descubra como começar a investir em ações da B3.

Sobre o autor
Mais Retorno
Mais RetornoA Mais Retorno é um portal completo sobre o mercado financeiro, com notícias diárias sobre tudo o que acontece na economia, nos investimentos e no mundo. Além de produzir colunas semanais, termos sobre o mercado e disponibilizar uma ferramenta exclusiva sobre os fundos de investimentos, com mais de 35 mil opções é possível realizar analises detalhadas através de índices, indicadores, rentabilidade histórica, composição do fundo, quantidade de cotistas e muito mais!