Logo Mais Retorno
Renda Variável

Saiba o que é stock picking e como aplicar a estratégia em sua carteira

Stock picking é uma prática que possibilita ao investidor encontrar boas oportunidades de investimento.

Data de publicação:24/03/2022 às 00:30 -
Atualizado 2 meses atrás
Compartilhe:
  • Facebook
  • Linkedin
  • Twitter Mais Retorno
  • Telegram Mais Retorno
  • WhatsApp Mais Retorno
  • Email Mais Retorno

O mercado de renda variável compreende diversos elementos e conceitos que podem ser úteis na elaboração de estratégias de investimentos. O stock picking, por exemplo, é uma prática que possibilita ao investidor encontrar boas oportunidades no mercado.

Stock picking é uma prática que ajuda o investidor a identificar boas oportunidades de investimento - Foto: Envato

Basicamente, ela viabiliza a escolha de ativos com preços baixos para que sejam negociados no futuro, normalmente quando atingem certa valorização.

Em contrapartida, essa metodologia não é recomendada para todos os perfis de investidores. Afinal, se trata de uma estratégia que envolve análises muito avançadas, exigindo assim certa experiência no mercado de ações.

Pensando nisso, no post de hoje vamos mostrar os principais detalhes do stock picking. Veja o que é, como funciona, quais as suas vantagens e muito mais!

O que é stock picking?

De modo geral, stock picking nada mais é do que uma técnica na qual os investidores procuram escolher bons ativos para compor sua carteira. Portanto, ela consiste principalmente na escolha de ativos baratos que podem ser negociados após valorização. Ou seja, embora desvalorizadas, essas ações apresentam maior potencial de retorno.

Sendo assim, a estratégia permite que as oscilações no preço dos ativos influenciem a decisão dos investidores. Neste sentido, os ganhos de um stock picker são variáveis, conforme as oportunidades por eles encontradas. Vale destacar que o seu desempenho, em termos de valorização do patrimônio, tende a ser maior em relação à média do mercado.

Embora trate-se de uma estratégia bastante comum, ela não está recomendada, por exemplo, para investidores iniciantes. Isso porque, como mencionado, depende diretamente da experiência em análise de ativos. Na prática, é preciso avaliar o mercado, de modo a identificar as melhores ações em relação ao seu preço e potencial de retorno financeiro.

Como o stock picking funciona?

Em termos práticos, o stock picking refere-se a uma técnica no qual se pode lucrar a partir da diferença entre o preço de compra e venda de um ativo. Justamente por isso, sua principal característica está associada a comprar mais barato para poder vender no futuro a partir da valorização das ações.

No entanto, identificar ativos com potencial de valorização exige uma série de análises, dentre as quais se destacam:

Saúde financeira das empresas

Para definir as companhias que apresentam melhores oportunidades de negócio é muito importante avaliar seus indicadores financeiros. Dentre os detalhes que um stock picker deve ficar atento, destaca-se, por exemplo, o índice de dívidas e a margem de lucro. Além disso, é importante também acompanhar o retorno sobre o patrimônio líquido, entre outras informações que podem ser encontradas no relatório trimestral das empresas.

Outros pontos igualmente importantes devem ser verificados para se diagnosticar corretamente a capacidade de retorno de um determinado ativo, tal como o mercado em que a companhia atua, suas expectativas de crescimento, entre outros.

Vale ressaltar que, tradicionalmente, companhias que apresentam boa evolução financeira possuem maior chance de valorização.

Apesar disso, a administração do negócio também tem um peso importante na indicação de uma estratégia de stock picking, afinal, o valor de determinado ativo pode variar em razão da capacidade do negócio gerar caixa no futuro.

Valor das ações em potencial

Além de analisar a saúde financeira de um negócio, é também importante verificar se o preço dos ativos é de fato interessante. Tendo em vista que o objetivo principal dessa estratégia é comprar por um preço acessível e vender o mais caro possível, torna-se imprescindível verificar se a ação está mesmo barata.

De modo geral, para chegar a tal conclusão, é importante descobrir o valor de uma empresa através do seu valuation. Basicamente, este processo consiste em análises que ajudam tanto a identificar o valor real de uma companhia quanto fornecer as ferramentas necessárias para estabelecer se as ações estão ou não com preço com indicativo de compra.

Quais as análises mais utilizadas no stock picking?

Há uma série de verificações que podem ser realizadas no intuito de fazer o stock picking. Dentre as estratégias mais comuns, destaca-se a análise fundamentalista e a filosofia de investimento conhecida como value investing. Saiba mais detalhes sobre cada uma delas a seguir:

Análise fundamentalista

A análise fundamentalista é, em termos simples, uma estratégia utilizada quando se pretende conhecer todos os detalhes de um negócio por meio de seus indicadores. Além disso, essa metodologia permite também a confirmação do potencial de crescimento de uma empresa específica.

Para tanto, são estudados um grande volume de dados, incluindo os seguintes indicadores de uma empresa:

Por outro lado, além de uma análise fundamentalista, o investidor também pode se basear em análises técnicas (ou análises gráficas). Nesse sentido, cabe ressaltar que seu principal objetivo é verificar as posições de curto prazo, de modo a projetar o potencial de crescimento de uma empresa para realizar o stock picking.

Value investing

Outra técnica bastante utilizada é a Value Investing. Nesse tipo de estratégia, o foco está direcionado na busca por ativos subvalorizados, isto é, que são oferecidos com preço menor do que de fato valem.

Em geral, isso ocorre em função da variação natural do mercado de rendas variáveis, afinal, conforme o momento, o preço dos ativos pode eventualmente se apresentar de maneira mais oportuna, tal como ocorre em cenários de grande instabilidade econômica.

De acordo com a forma com que a oferta e demanda conduz o mercado, os investidores estarão inclinados ao pessimismo ou otimismo. Logo, o value investing é uma filosofia no qual se considera o longo prazo, ou seja, o potencial de uma empresa gerar lucros futuros.

Em outras palavras, esse tipo de análise tem por objetivo destacar os ativos que estão momentaneamente subvalorizados, mas, futuramente, podem se valorizar. Para tanto, utilizam-se a análise de inúmeros indicadores, tais como EV/Ebitda ou P/L, por exemplo.

Quais são as vantagens de utilizar essa técnica?

Ao utilizar o stock picking, é possível se beneficiar de diferentes maneiras. Em primeiro lugar, o investidor pode encontrar mais facilmente as companhias que apresentam maior potencial de valorização, sobretudo quando comparado a média do mercado.

Por outro lado, nem todas as operações na Bolsa são baseadas nessa técnica. Contudo, é imprescindível saber como aplicar tais conceitos, uma vez que o stock picking permite identificar as organizações que apresentam maior solidez, principalmente em investimento a longo prazo.

Ademais, empresas sólidas e que apresentam boa expectativa de crescimento são, independentemente do tipo de estratégia, aquelas em que se pode ter uma maior concentração de ativos, já que, neste caso, o risco é consideravelmente menor — menos em uma eventual crise financeira, pois as chances de recuperação são também maiores.

Gostou das informações que trouxemos? Então, se quer iniciar a sua jornada de maneira descomplicada, descubra como funciona a bolsa de valores e aprenda a investir em ações da maneira correta.

Sobre o autor
Mais Retorno
A Mais Retorno é um portal completo sobre o mercado financeiro, com notícias diárias sobre tudo o que acontece na economia, nos investimentos e no mundo. Além de produzir colunas semanais, termos sobre o mercado e disponibilizar uma ferramenta exclusiva sobre os fundos de investimentos, com mais de 35 mil opções é possível realizar analises detalhadas através de índices, indicadores, rentabilidade histórica, composição do fundo, quantidade de cotistas e muito mais!