Última modificação em 5 de janeiro de 2021

O que é stock picking?

Ao comprar ações, muitos investidores apostam em uma estratégia chamada stock picking. Com exceção dos fundos passivos, a maioria dos fundos de investimento adotam essa estratégia para escolher em quais empresas investir.

Pode-se dizer que stock picking é uma prática na qual um analista determina quais ações serão um bom investimento e se deve ou não adicioná-las à sua carteira. Ao fazer a seleção de ativos, portanto, os investidores buscam mercados que irão se valorizar acima da média e que representem um baixo risco.

Quais as vantagens do stock picking?

O stock picking é uma estratégia que contrasta com o gerenciamento passivo, onde não há equipes de analistas escolhendo as ações que serão compradas. 

Ao optar por um fundo administrado passivamente o investidor aplicará suas economias em uma cesta de ações em que fundo mútuo investe. Essas cestas de ações geralmente são baseadas em um índice, como o Índice S&P 500, ou um setor, como o de cuidados com a saúde.

O stock picking não é estratégia infalível uma vez que pode ser difícil determinar com exatidão o preço de venda de determinada ação no futuro. No entanto, ao examinar o mercado financeiro e o crescimento ou retração de determinados setores, um investidor pode ter boa noção dos preços dos papeis de algumas empresas no futuro. 

Já que essa não é uma ciência exata, um investidor ou analista que usa qualquer técnica de previsão deve incluir uma margem de erro nos cálculos.

Vale observar, no entanto, que o stock picking oferece diversas vantagens ao investidor, como a possibilidade de encontrar as empresas com maior potencial de valorização e os ativos que oferecem menor risco que a média do mercado. Além disso, permite adequar os investimentos ao perfil de cada investidor.

Como fazer o stock picking?

Para escolher quais ativos comporão uma carteira de ações, os investidores podem filtrar esses papéis pelo potencial de crescimento de uma empresa ou pelo preço de venda das suas ações no mercado.

Stock picking para encontrar as ações das melhores empresas

Ao selecionar as ações que comporão uma carteira de investimentos, o investidor precisa selecionar empresas com baixo endividamento e que tenham boa margem de lucro. Além disso, as organizações selecionadas devem apresentar um alto retorno sobre o patrimônio líquido.

Esses indicadores financeiros não estão diretamente relacionados ao preço de venda das ações no mercado, mas sinalizam quais empresas são as melhores opções para compor um portfólio de investimentos.

Várias empresas brasileiras exibem indicadores financeiros robustos, o que indica uma vantagem competitiva capaz de garantir maior lucratividade aos acionistas. Entre essas organizações, podemos destacar a Ambev (ABEV3), Itaú (ITAB4) e Grendene (GRND3).

Claro, nem sempre é um bom negócio investir em títulos dessas empresas. O ideal é comprar ações que estejam sendo vendidas por um preço abaixo do seu valor real ou valor intrínseco.

Stock picking para encontrar os títulos mais atrativos do mercado

Para encontrar ações atrativas para uma carteira de investimentos os investidores também analisam o preços desses ativos no mercado. Mas como descobrir quais ações estão sendo vendidas a um preço atrativo?

Uma das formas é usar o valuation, o que inclui a análise do fluxo de caixa descontado e de múltiplos, ou seja, por meio do estudo dos indicadores de mercado.

É melhor selecionar os ativos pelo preço ou pela qualidade da empresa?

Muitos investidores têm dúvidas se devem escolher ações pelo preço ou pela análise dos indicadores financeiros. No entanto, é preciso considerar esses dois fatores ao montar uma cartela de investimento.

Assim, após analisar os indicadores financeiros e se o preço dos títulos é atrativo o investidor estará no caminho certo para realizar um stock picking adequado garantir retorno financeiro acima da média.

Termo do dia

Consignação em Pagamento

O que é consignação em pagamento? No dicionário, o termo “consignar” corresponde em tornar oficial determinada ação; é o caso de documentar ou registrar algo, mencionar…