Logo Mais Retorno
Economia

Powell: Fed usará ferramentas para conter inflação e apoiar economia

Powell afirma que a política monetária deve ter uma visão ampla e prospectiva

Data de publicação:11/01/2022 às 08:48 -
Atualizado 6 meses atrás
Compartilhe:
  • Facebook
  • Linkedin
  • Twitter Mais Retorno
  • Telegram Mais Retorno
  • WhatsApp Mais Retorno
  • Email Mais Retorno

O presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), Jerome Powell, afirmou na segunda-feira, 10, que a autoridade monetária irá usar suas ferramentas para apoiar a economia e um mercado de trabalho forte, e também para evitar que a inflação mais alta se consolide nos Estados Unidos.

Em discurso preparado para audiência da Comissão de Assuntos Bancários, Habitacionais e Urbanos do Senado, que será realizada nesta terça-feira, 11, o dirigente afirmou ainda que a economia americana se expande no ritmo mais rápido em anos, e que o mercado de trabalho é forte.

Jerome Powell do Fed
Jerome Powell, presidente do Fed | Foto: Reprodução

De acordo com o presidente, o desenvolvimento e a disponibilidade de vacinas e a resiliência americana funcionaram em conjunto, primeiro para amortecer os golpes econômicos da pandemia e depois para desencadear uma recuperação historicamente forte.

Powell e Fed consideram os desafios trazidos pela pandemia

Por sua vez, os desafios permanecem, e tanto a paralisação inicial quanto a subsequente reabertura da economia não tinham precedentes, dando origem a desequilíbrios e gargalos persistentes de oferta e demanda e, portanto, a inflação elevada, afirmou.

"Sabemos que a inflação alta cobra um preço, principalmente para aqueles menos capazes de arcar com os custos mais altos de bens essenciais como alimentação, moradia e transporte".

Jerome Powell

Segundo ele, uma série de mudanças ocorreram tendo em vista o pós-pandemia, e a política monetária deve ter uma visão ampla e prospectiva, acompanhando evolução econômica. "A busca dos nossos objetivos terá de ter em conta estas diferenças", afirmou, sem maiores especificações.

Vice-presidente do Fed deixa o cargo

O Fed informou em comunicado, também na última segunda-feira, que Richard Clarida anunciou, que deixará o conselho do Fed, a partir de 14 de janeiro. Ele ocupava o posto no conselho e o de vice-presidente desde 17 de setembro de 2018, lembra a nota.

O presidente do Fed agradeceu pelo trabalho de Clarida nesse período. O dirigente foi presidente do Comitê de Assuntos Econômicos e Monetários, durante seu mandato no BC americano, lembra ainda o texto, e Powell elogia sua liderança na primeira revisão pública já feita da estrutura da política monetária do Fed, a qual deixará "um impacto duradouro no campo dos bancos centrais", para o atual presidente do BC. / com Agência Estado

Sobre o autor
Mais Retorno
A Mais Retorno é um portal completo sobre o mercado financeiro, com notícias diárias sobre tudo o que acontece na economia, nos investimentos e no mundo. Além de produzir colunas semanais, termos sobre o mercado e disponibilizar uma ferramenta exclusiva sobre os fundos de investimentos, com mais de 35 mil opções é possível realizar analises detalhadas através de índices, indicadores, rentabilidade histórica, composição do fundo, quantidade de cotistas e muito mais!