Logo Mais Retorno
Imposto de Renda

Novidades do IR 2023 vão beneficiar investidor em bolsa e fundos; confira

Somente quem vendeu mais de R$ 40 mil na Bolsa em 2022 ou obteve lucro é que está obrigado a declarar

Data de publicação:27/02/2023 às 15:35 -
Atualizado um ano atrás
Compartilhe:

A Receita Federal que divulgou as novidades do IR 2023 na manhã desta segunda-feira, 27, espera receber perto de 39,5 milhões de declarações em 2023, entre 15 de março e 31 de maio. Entre as principais alterações, uma vai beneficiar os investidores em bolsa de valores: apenas quem vendeu ações em valor superior a R$ 40 mil ou obteve lucro estará agora obrigado a declarar.

Até o ano passado, qualquer investidor que tivesse comprado ou vendido ações, independentemente de valores, já estava obrigado a apresentar a declaração e informar a operação. Agora somente quem comprou e, portanto, vendeu ações em 2022 em total superior aos R$ 40 mil precisa declarar. A mesma condição para quem vendeu e obteve lucro tributável, diferença positiva entre valor de aquisição e de venda, qualquer que seja esse lucro.

declaração
Pequeno investidor em bolsa deixa de ser obrigado de apresentar a declaração por essa condição

Segundo o auditor fiscal José Carlos Fonseca, a Receita Federal identificou que houve um crescimento de 17% de pessoas que passaram a investir na B3 em 2022. E a grande maioria dos investimentos, algo em torno de 80%, refere-se a operações de compra de até R$ 1 mil, e de acordo com ele não fazia mais sentido levar os pequenos aplicadores a fazer a declaração só em função dessas operações de baixo valor. 

“É uma mudança que vai beneficiar o contribuinte, porque vai excluir uma grande parcela de investidores da obrigação de declarar”, diz  Fonseca. Mas ele ressalta, no entanto, que precisa considerar as demais condições em que há obrigatoriedade de entregar a declaração como ter recebido rendimentos tributáveis, como aluguel, salário, aposentadoria, etc., cuja soma em 2022 seja superior a R$ 28.559,70; ou ter bens em valor superior a R$ 300 mil, entre outras.

Saldos dos fundos

Outra novidade importante é que a declaração pré-preenchida vai trazer os valores em conta corrente ou aplicados em fundos de investimento no dia 31 de dezembro. Com essas inclusões e novas funacionalidades, que também facilitam a vida do contribuinte, a Receita Federal quer estimular o uso da pré-preenchida que pode evitar erros na declaração. 

Tanto é que outra mudança anunciada pelo governo é que ao declarar pela pré-preenchida, o contribuinte entra também na lista dos primeiros a receber a restituição juntamente com idosos ou portadores de doenças graves.

Sobre o autor
Regina Pitoscia
Editora do Portal Mais Retorno.

® Mais Retorno. Todos os direitos reservados.

O portal maisretorno.com (o "Portal") é de propriedade da MR Educação & Tecnologia Ltda. (CNPJ/MF nº 28.373.825/0001-70) ("Mais Retorno"). As informações disponibilizadas na ferramenta de fundos da Mais Retorno não configuram um relatório de análise ou qualquer tipo de recomendação e foram obtidas a partir de fontes públicas como a CVM. Rentabilidade passada não representa garantia de resultados futuros e apesar do cuidado na coleta e manuseio das informações, elas não foram conferidas individualmente. As informações são enviadas pelos próprios gestores aos órgãos reguladores e podem haver divergências pontuais e atraso em determinadas atualizações. Alguns cálculos e bases de dados podem não ser perfeitamente aplicáveis a cenários reais, seja por simplificações, arredondamentos ou aproximações, seja por não aplicação de todas as variáveis envolvidas no investimento real como todos os custos, timming e disponibilidade do investimento em diferentes janelas temporais. A Mais Retorno, seus sócios, administradores, representantes legais e funcionários não garantem sua exatidão, atualização, precisão, adequação, integridade ou veracidade, tampouco se responsabilizam pela publicação acidental de dados incorretos.
É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos, ilustrações ou qualquer outro conteúdo deste site por qualquer meio sem a prévia autorização de seu autor/criador ou do administrador, conforme LEI Nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998.
® Mais Retorno / Todos os direitos reservados