Logo Mais Retorno
Mercado Financeiro

Mercado ao vivo: acompanhe as movimentações da Bolsa e do dólar nesta terça-feira, 07 de junho

Investidores se mostram cautelosos com medidas anunciadas por Bolsonaro por conta do risco fiscal

Data de publicação:07/06/2022 às 11:15 -
Atualizado 24 dias atrás
Compartilhe:
  • Facebook
  • Linkedin
  • Twitter Mais Retorno
  • Telegram Mais Retorno
  • WhatsApp Mais Retorno
  • Email Mais Retorno

O mercado financeiro brasileiro amanheceu cauteloso nesta terça-feira, 07, com os investidores repercutindo um anúncio feito por Jair Bolsonaro na véspera. O presidente propôs ao Congresso uma compensação a Estados e municípios para zerar a alíquota do ICMS sobre o diesel e o gás de cozinha até 31 de dezembro deste ano, além de uma desoneração dos impostos federais sobre gasolina e etanol, tudo por meio de uma PEC.

Com as informações circulando, a Bolsa de Valores brasileira, a B3, opera entre altas e baixas e, às 13h47, registrava leve valorização de 0,10%, aos 110.298 pontos. Já o dólar, no mesmo período, avançava 1,73%, cotado a R$ 4,88, com o receio em relação ao anúncio feito pelo presidente poucos meses antes das eleições.

Jair Bolsonaro rrf plano de auxílio a estados tabela do frete bolsa
Na imagem, Jair Bolsonaro, presidente da República, em frente à bandeira brasileira | Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

As medidas visam reduzir os preços dos combustíveis até o fim do ano - esse é um dos pontos que mais pesam contra a reeleição do Bolsonaro. Analistas do BTG Pactual explicam que o mercado enxerga um risco fiscal com as propostas, que devem custar entre R$ 25 bilhões e R$ 50 bilhões aos cofres públicos, segundo o Ministro da Economia, Paulos Guedes.

O desempenho do Ibovespa, principal índice acionário da Bolsa, só não é pior neste pregão porque as empresas exportadoras de commodities estão vivendo um dia positivo, liderando as altas da B3. Vale lembrar que são justamente as companhias de commodities que têm o maior peso na composição do índice.

O dia na Bolsa

Maiores altas da Bolsa

EmpresaCódigoVariação
CVCCVCB3+2,63%
ValeVALE3+2,28%
PetrobrasPETR4+2,28%
SuzanoSUZB3+1,87%
YduqsYDUQ3+1,19%
Fonte: B3 | Dados atualizados às 13h48

Maiores altas da Bolsa

EmpresaCódigoVariação
CieloCIEL3-4,03%
TotvsTOTS3-3,70%
Grupo SomaSOMA3-3,60%
AzulAZUL4-3,02%
MarfrigMRFG3-3,02%
Fonte: B3 | Dados atualizados às 13h48

Mercados internacionais

O dia no exterior também não é dos mais positivos. Depois de o Banco da Reserva da Austrália elevar a taxa básica de juros do país de 0,35% para 0,85%, acima das expectativas do mercado, os investidores se mostram mais cautelosos com a possibilidade de um período de contração monetária a nível global mais expressivo do que o esperado, a fim de controlar a escalada da inflação.

Também contribui para o mau humor um novo alerta do Banco Mundial, que reduziu as perspectivas de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) do planeta de 4,1% (projetado em janeiro) para 2,9% em 2022. A instituição também reduziu a estimativa para avanço da atividade no mundo em 2023, de 3,2% a 3%. Para 2024, a expectativa também é de alta de 3%.

Em meio à guerra na Ucrânia e à persistência da pandemia, a economia mundial enfrenta crescente riscos de estagflação - fenômeno definido como período prolongado de crescimento econômico lento combinado com inflação em alta.

"A guerra na Ucrânia, lockdowns na China, interrupções na cadeia de suprimentos e o risco de estagflação estão prejudicando o crescimento. Para muitos países, a recessão será difícil de evitar."

David Malpass, presidente do Grupo Banco Mundial

Desempenho das bolsas americanas

  • Dow Jones: alta de 0,11%
  • S&P 500: alta de 0,14%
  • Nasdaq 100: alta de 0,13%

Dados atualizados às 13h53

Fechamento das bolsas europeias

  • Stoxx 600 (Europa): baixa de 0,28%
  • FTSE 100 (Inglaterra): baixa de 0,12%
  • DAX (Alemanha): baixa de 0,66%
  • CAC 40 (França): baixa de 0,74%

Fechamento das bolsas da Ásia e Oceania

  • Xangai Composto (China): alta de 0,17%
  • Shenzhen Composto (China): baixa de 0,05%
  • Hang Seng (Hong Kong): baixa de 0,56%
  • Nikkei (Japão): alta de 0,10%
  • Kospi (Coréia do Sul): baixa de 1,66%
  • Taiex (Taiwan): baixa de 0,56%
  • S&P/ASX 200 (Austrália): baixa de 1,53%

Com Agência Estado

Sobre o autor
Bruna Miato
Repórter na Mais Retorno