Empresa

A BR Distribuidora reportou um lucro líquido de R$ 492 milhões no 1º trimestre, salto de 110% ante o montante obtido no mesmo período de 2020.

A receita líquida da companhia foi de R$ 26,133 milhões, aumento de 23,3% ante a mesma base de comparação do ano anterior. Em relação ao 4º trimestre de 2020, o aumento foi de 7,6%.

Foto: BR Distribuidora/Divulgação
Lucro da BR Distribuidora saltou 110% no período ante os resultados da mesma base de comparação de 2020 - Foto: BR Distribuidora/Divulgação

O Ebtida (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) somou R$ 1,182 milhões, ganhos 116,9% do que o obtido nos meses de janeiro, fevereiro e março de 2020, que foi de R$ 1,616 milhões.

“Entendemos que estas margens substancialmente maiores aliadas a maior participação de mercado são reflexos do contínuo aperfeiçoamento da proposta de valor aos nossos clientes, além da maior competitividade da companhia na aquisição e na precificação de produtos e da maior eficiência de despesas”, destaca a BR em balanço.

A margem Ebtida ajustada cresceu 2,0%, para 4.5%, contra 2,6% no mesmo trimestre do ano anterior, e caiu 2,1% em relação ao último trimestre de 2020.

A dívida líquida da BR Distribuidora aumentou 30,9%, totalizando R$ 5,124 milhões., contra R$ 3,923 milhões dos três primeiros meses de 2020.

Vendas

A distribuidora ressaltou que, na comparação anual, houve um crescimento no volume de vendas de 1,6%, apesar do agravamento da pandemia do coronavírus, que voltou a pressionar a demanda de derivados ao longo do primeiro trimestre.

As vendas cresceram principalmente em razão das maiores vendas de diesel (+9,5%), de produtos Ciclo Otto (+8,6%) e Óleo Combustível (+67,4%).

“Encerramos o primeiro trimestre de 2021 com 8.058 postos em nossa rede, representando um crescimento de 240 postos na comparação com o primeiro trimestre de 2020. Foram priorizados os investimentos com maiores retornos e com maior potencial volumétrico”, declarou a BR.

Ao todo, de acordo com a companhia, foram investidos R$ 228 milhões no embandeiramento e manutenção da rede de postos no 1º trimestre de 2021.

Imagem do autor

Repórter do Portal Mais Retorno.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Empresa
Empresa
Empresa
Empresa
Veja mais Ver mais