Logo Mais Retorno
Empresa

Itaúsa vende 7,8 milhões de ações da XP por R$ 1,2 bilhão

Um dia após a negociação, ações da companhia ligada ao Itaú sobem mais de 2%

Data de publicação:14/12/2021 às 13:32 -
Atualizado 5 meses atrás
Compartilhe:
  • Facebook
  • Linkedin
  • Twitter Mais Retorno
  • Telegram Mais Retorno
  • WhatsApp Mais Retorno
  • Email Mais Retorno

A Itaúsa vendeu 7,8 milhões de ações da XP Investimentos por R$ 1,2 bilhão na véspera, segundo informou a empresa em fato relevante divulgado nesta terça-feira, 14. Um dia após a venda, as ações da Itaúsa subiam 2,52% na Bolsa brasileira, às 12h40, e as da XP caíam 6,74%, às 12h55, na bolsa americana Nasdaq.

O montante corresponde a cerca de 1,4% do capital social da empresa de investimentos. A transação foi o primeiro block trade desde que o Itaú cindiu sua participação na XP. No dia anterior, os papéis da casa de investimento caíram 4,5% no pregão.

Itaúsa vende 7,8 milhões de ações da XP
Itaúsa vendeu 7,8 milhões de ações da XP no dia anterior, no valor de R$ 1,2 bilhão, segundo fato relevante divulgado pela companhia nesta terça-feira, 14 - Foto: Reprodução

Com a transação, coordenada pelo Morgan Stanley, a Itausa passa a deter 76.470.985 ações ordinárias classe A de emissão da XP, o que representa 13,67% do capital total da casa de análises e 4,30% de seu capital votante.

Segundo o documento, a alienação das ações está ligada à decisão estratégica da companhia de diversificar seu portfólio de ativos do setor não financeiro, “bem como a busca contínua pela melhor alocação de seu capital”.

A Itaúsa destacou ainda que o ganho da alienação impactará os seus resultados do quarto trimestre deste ano em cerca de R$ 900 milhões.

Outras participações

Essa não é a única participação da Itaúsa na XP. Segundo reportagem do Brazil Journal, a empresa tem uma participação indireta, com 59 milhões de ações, por meio da IUPAR (Itaú Unibanco Participações), um veículo de controle do Itaú que pertence à Cia. E. Johnston, da família Moreira Salles.

BDRs

Os BDRs (Brazilian Depositary Receipts) da XP - certificados que representam as ações da corretora listada nos Estados Unidos - passaram a ser negociados na B3 no início de outubro. O movimento marca a conclusão da saída do banco do capital da corretora, posição que detinha desde 2017.

Sobre o autor
Mais Retorno
A Mais Retorno é um portal completo sobre o mercado financeiro, com notícias diárias sobre tudo o que acontece na economia, nos investimentos e no mundo. Além de produzir colunas semanais, termos sobre o mercado e disponibilizar uma ferramenta exclusiva sobre os fundos de investimentos, com mais de 35 mil opções é possível realizar analises detalhadas através de índices, indicadores, rentabilidade histórica, composição do fundo, quantidade de cotistas e muito mais!