Logo Mais Retorno
Economia

IGP-M sobe 0,90% na 2ª prévia de março, afirma FGV

Na leitura de fevereiro, o indicador subiu 1,94%. Alívio do índice foi puxado pelos preços ao produtor amplo

Data de publicação:18/03/2022 às 09:36 -
Atualizado 2 meses atrás
Compartilhe:
  • Facebook
  • Linkedin
  • Twitter Mais Retorno
  • Telegram Mais Retorno
  • WhatsApp Mais Retorno
  • Email Mais Retorno

A inflação medida pelo Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M) subiu 0,90% na segunda prévia de março, ante 1,94% na leitura de fevereiro, informou nesta sexta-feira, 18, a Fundação Getulio Vargas (FGV).

IGP-M sobe 0,90% na 2ª prévia de março, afirma FGV
Segundo a nova prévia do IGP-M de março, o Índice Nacional da Construção Civil desacelerou no período - Foto: Reprodução

O alívio do índice foi puxado pelo Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA-M), que arrefeceu de 2,52% em fevereiro para 1,08% em março.

O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC-M) também desacelerou no período, de 0,44% para 0,27%.

Em contrapartida, a FGV apurou aceleração da inflação ao consumidor entre a segunda prévia de fevereiro e a segunda prévia de março. O Índice de Preços ao Consumidor (IPC-M) avançou de 0,30% para 0,46%.

IGP-M cheio de fevereiro registra alta de 1,83%

No mês passado, o indicador cheio subiu 1,83% em fevereiro, 0,1 ponto porcentual acima do resultado do indicador do mês anterior - 1,82% - segundo o Ibre.

Com o resultado mensal, o índice acumula alta de 3,68% no ano e de 16,12% em 12 meses. Em fevereiro do ano passado, o índice havia subido 2,53% e acumulava alta de 28,94% em 12 meses.

O avanço do indicador de fevereiro foi menos acentuado do que o salto do IGP-M de dezembro para janeiro - de 0,87% para 1,82%. / com Agência Estado

Sobre o autor
Mais Retorno
A Mais Retorno é um portal completo sobre o mercado financeiro, com notícias diárias sobre tudo o que acontece na economia, nos investimentos e no mundo. Além de produzir colunas semanais, termos sobre o mercado e disponibilizar uma ferramenta exclusiva sobre os fundos de investimentos, com mais de 35 mil opções é possível realizar analises detalhadas através de índices, indicadores, rentabilidade histórica, composição do fundo, quantidade de cotistas e muito mais!