Empresa

A Equatorial Energia reportou um lucro líquido ajustado de R$ 375 milhões, alta de 7% sobre igual período de 2020. A receita líquida da companhia (ROL) somou R$ 4,140 milhões, queda de 1,6% ante os três primeiros meses do ano anterior.

O Ebtida (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) atingiu R$ 1,006 milhões, montante 12,4% menor em relação ao 1º trimestre de 2020.

Foto: Equatorial/ Reprodução LinkedIn
Na visão do analista da Ativa Investimentos,

Segundo a companhia elétrica, o resultado do Ebtida foi impactado “principalmente pelo menor Ebtida oriundo de aplicação do IFRS 15 para os projetos de transmissão, por conta da redução dos investimentos, uma vez que os projetos já foram concluídos”

Já o Ebtida ajustado chegou a  R$ 1,081 milhões no período, aumento de 1,1% sobre os meses de janeiro, fevereiro e março de 2020.

Segundo a companhia elétrica, o aumento é resultante da expansão do mercado nas distribuidoras e aumento da parcela B.

Volume de energia

Durante o trimestre, a Equatorial obteve um aumento de 4,0% no volume total de energia distribuída por suas concessionárias, atingindo 5.804 gigawatts-hora (GWh).

Os destaques na participação desse resultado ficaram para o desempenho do Maranhão, Piauí e Pará, com crescimentos de 5,4%, 5,4% e 3,7%, respectivamente.

Segundo balanço divulgado pela companhia na última quarta-feira, após o fechamento do mercado, o 1º trimestre não refletiu integralmente os efeitos da pandemia em relação ao consumo de energia elétrica.

“O perfil de nossas áreas de concessão permitiu registrar a expansão do consumo total em parte devido a maior exposição à classe residencial, segmento menos impactado, como pode ser percebido pelo crescimento de 7,9% no comparativo com o ano anterior”, aponta a Equatorial.

De forma consolidada, o custo da Equatorial Energia (considerando despesas gerenciáveis, não-gerenciáveis e de construção) atingiu R$ 3,2 bilhões neste 1T21, montante 1% superior ao reportado no 1T20.

Resultados acima das expectativas

Para o analista da Ativa Investimentos, Ilan Arbetman, os resultados trimestrais da Equatorial vieram acima do projeto pela casa.

De acordo com Arbetman, a empresa foi suportada no crescimento pela expansão da demanda do segmento de energia residencial e mercado livre, além do aumento de sua base de clientes e pelo reconhecimento regulatório dos investimentos na unidade de Alagoas.

“Além disso, mostrou evolução no combate às perdas e reportou menores perdas referentes à inadimplência. Esperamos uma recepção positiva por parte do mercado”, enfatizou.

Imagem do autor

Repórter do Portal Mais Retorno.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Empresa
Empresa
Empresa
Empresa
Veja mais Ver mais