Logo Mais Retorno
bce
Economia

Economia da zona do euro deve estagnar no fim de 2022 e início de 2023, diz BCE

Novas altas estão prevista para as taxas de juro na região

Data de publicação:08/09/2022 às 18:46 -
Atualizado 5 meses atrás
Compartilhe:

O Banco Central Europeu (BCE) projeta que a economia da zona do euro entrará em um cenário de estagnação no final deste ano e no primeiro trimestre de 2023.

Segundo comunicado após decisão de subir juros em 75 pontos-base, a autoridade monetária elevou a previsão de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) da região em 2022, de 2,8% a 3,1%, mas cortou as estimativas de 2023 (de 2,1% a 0,9%) e de 2024 (de 2,1% a 1,9%).

zona do euro
Foto: Reprodução/PixaHive

"Os preços muito altos da energia estão reduzindo o poder de compra da renda das pessoas e, embora os gargalos de oferta estejam diminuindo, ainda estão limitando a atividade econômica", afirma a instituição em nota.

O BCE também aumentou as projeções para a inflação na zona do euro este ano (de 6,8% para 8,1%) no próximo (de 3,5% para 5,5%) e informou a previsão para 2024, de 2,3%.

Sinalização é de novos ajustes dos juros na zona do euro

Em comunicado no qual anunciou aumento de juros em 75 pontos-base, o Banco Central Europeu (BCE) avisou, nesta quinta-feira, 8, que novas elevações devem ser realizadas nas próximas reuniões para tentar controlar a escalada inflacionária na zona do euro.

Segundo a nota, o BCE considera que a inflação "está muito alta" e deve seguir acima da meta de 2% por algum tempo. Por isso, o aperto monetário buscará conter a demanda e evitar a desancoragem das expectativas de inflação."O aumento dos preços da energia e dos alimentos, as pressões de demanda em alguns setores devido à reabertura da economia e os gargalos de oferta ainda estão elevando a inflação", destaca o texto.

Ainda de acordo com o BCE, o aumento de juros agora visa antecipar a transição de uma política monetária altamente acomodatícia para configurações que reduzam a inflação. "À medida que os atuais motores da inflação desaparecem com o tempo e a normalização da política monetária atinge a economia e a fixação de preços, a inflação cairá", avalia. /Agência Estado

Sobre o autor
Mais Retorno
A Mais Retorno é um portal completo sobre o mercado financeiro, com notícias diárias sobre tudo o que acontece na economia, nos investimentos e no mundo. Além de produzir colunas semanais, termos sobre o mercado e disponibilizar uma ferramenta exclusiva sobre os fundos de investimentos, com mais de 35 mil opções é possível realizar analises detalhadas através de índices, indicadores, rentabilidade histórica, composição do fundo, quantidade de cotistas e muito mais!

Inscreva-se em nossa newsletter