Empresa

Os resultados da Klabin em 2020 foram positivos. A empresa entregou bons números em Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) e volumes.

Foto: Simplus Menegatti

Os resultados apontam que 2021 também será benéfico para empresa. Apesar da Klabin ter fechado o quarto trimestre com lucro líquido de R$ 1,3 bilhão, em 2020 fechou no prejuízo. Esse cenário indica que a companhia não pagará dividendos referentes ao exercício do ano anterior.

Prejuízo em 2020

Mesmo com a pandemia causada pelo coronavírus, o quarto trimestre da Klabin registrou um crescimento nas vendas. A empresa fechou o período com lucro duas vezes a mais que no quarto trimestre de 2019. A alta dos preços dos papéis, celulose e embalagens tiveram influência direta no aumento de volume de vendas totais. Além disso, a desvalorização do real no período provocou o aumento das vendas. A Klabin vendeu 941 mil toneladas em produtos, obtendo um lucro líquido de R$ 1,3 bilhão.

No final de 2020, todas as linhas de negócio da empresa tiveram crescimento, resultando num aumento da receita líquida em 22%. O Ebitda avançou em 15%, em R$ 1,1 bilhão.

Apesar desses números positivos no quarto trimestre, a Klabin fechou 2020 com redução de 6% e um endividamento líquido de R$ 19,8 bilhões.

Potencial da Klabin

A Klabin S.A. está na lista das maiores produtoras e exportadoras de papéis e embalagens do Brasil.

A empresa paranaense produz sacos industriais, embalagens de papelão ondulado, cartões e papéis para embalagens e celulose. Além disso, a Klabin também comercializa madeiras em toras.

As operações comerciais da empresa estão divididas em quatro unidades de negócios. Todas essas unidades são certificadas pelo Forest Stewardship Council. São elas:

Celulose – celulose de fibra curta, longa e fluff.

Papeis – produção de papéis reciclados, kraft e papel cartão para outras empresas de embalagens.

Papel Ondulado e sacos – conversão de papel para criar embalagens para diversos setores como bebidas, alimentos, hortifrutigranjeiros e sacos industriais para ração, construção civil etc.

Florestal – desenvolvimento de matéria-prima como celulose para outros setores e comercialização de toras de madeiras para laminadoras e serrarias.

A Klabin atua em mais de 70 países. Ao todo, são 16 unidades industriais no Brasil, divididas por oito estados e uma unidade na Argentina. Há também 3 unidades florestais localizadas em São Paulo, Santa Catarina e Paraná, além de 14 escritórios em diversas localizações no Brasil. São aproximadamente 20 mil funcionários.

Ações da Klabin

Atualmente, a composição acionária da Klabin é formada da seguinte forma:

As ações da Klabin são de dois tipos: ordinárias (KLBN3) e preferenciais (KLBN4).

As ações preferenciais (PN) são aquelas em que os acionistas possuem a preferência para receberem proventos como dividendos e juros sobre capital próprio. Já as ações ordinárias (ON) são aquelas que o acionista tem direito a voto nas reuniões de assembleias. No entanto, essa participação vai depender da quantidade de ações ordinários que o acionista possui.

KLBN11

Todavia, os papéis mais negociados da companhia são as units KLBN11. Essas units são uma espécie de “combo” misturando os dois tipos de ações, na seguinte proporção: 4 ações preferenciais (KLBN4) e uma ação ordinária (KLBN3).

Diante do alto volume de papeis negociados das ações da Klabin na B3 – Bolsa de valores do Brasil –, as KLBN11 compõem a carteira teórica do Índice Bovespa. O Ibovespa é o principal índice da B3. Na composição desse índice, as KLBN11 têm peso de 0,597%.

Atualmente, há um total de 5,4 bilhões de ações KLBN11, compostas por 3,3 bilhões de ações PN e 2 bilhões de ações ON. Por conta da grande liquidez das units KLBN11, desse total, quase 56% está em circulação no mercado.

Além da B3, as units da Klabin são negociadas nos Estados Unidos através de ADRs (American Depositary Receipts). Eles são certificados de depósitos emitidos por bancos dos Estados Unidos, que representam ações de empresas que têm sede em outros países, como Brasil. Isso facilita que investidores estrangeiros tenham maior interesse pelas ações da companhia. Cada 2 units KLBN11 equivale a um ADR, que é negociado sob o código KLBAY.

Custos e taxas

No Brasil, para investir nas units da Klabin, o acionista deverá pagar várias taxas e impostos. Os principais são:

ISS – Imposto sobre serviços de 5% sobre a taxa de corretagem. É cobrado pela Prefeitura de São Paulo.

Taxa de Corretagem – tarifa cobrada pela corretora a cada vez que executa uma ordem de compra ou venda.

Taxa da bolsa – Porcentagem pequena cobrada na negociação ou liquidação de ações para pessoas físicas. A tarifa é de 0,0375% sobre o total negociado.

Imposto de renda – Alíquota de 15% para operações que duram mais um dia, incide sobre lucro e alíquota de 20% para operações do Day Trade.

Taxa de custódia – Tarifa cobrada para manter as ações nas corretoras. Muitas empresas deixaram de cobrar essa taxa.

Formas de proventos

A cada ano, a Klabin decide se pagará proventos aos seus acionistas. Eles podem ser pagos em duas formas: dividendos ou JCP (juros sobre capital próprio).

Os dividendos são parte dos lucros da empresa alcançados em um determinado período. Em caso de pagamento de dividendos, haverá incidência de imposto de renda sobre os lucros.

Os juros sobre capital próprio também são parte do lucro da companhia. A diferença é que esse provento pode ser inserido no balanço como despesa, isentando a empresa do IR. Nesse caso, é o acionista que paga 15% de Imposto na fonte.

A última vez que a Klabin pagou dividendos foi em fevereiro de 2020. O valor pago por cada unit foi de R$ 0,02182090. Mesmo sem pagar dividendos em 2021, as ações da Klabin (KLBN11) são excelentes opções para quem deseja diversificar sua carteira de investimentos. A Klabin é bastante importante no mercado brasileiro e internacional, além de ser muito sólida.

Imagem do autor

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Empresa
Empresa
Empresa
Empresa
Veja mais Ver mais