Logo Mais Retorno
creditsuisse4.jpg
Empresa

Credit Suisse: investidores questionam cancelamento de US$ 17 bilhões em bônus

O cancelamento dos bônus faria parte da operação de resgate do banco suíço, por contar com o apoio do governo

Data de publicação:24/04/2023 às 08:00 -
Atualizado 7 meses atrás
Compartilhe:

Detentores de bônus do Credit Suisse iniciaram um processo legal na Suíça questionando a decisão de reguladores de dar baixa contábil em US$ 17 bilhões em dívida, como parte da aquisição do banco pelo UBS no mês passado.

Investidores que detêm cerca de 4,5 bilhões em francos suíços da dívida cancelada do Credit Suisse querem que a decisão seja revogada ou alterada, de acordo com esboço de recurso apresentado a um tribunal administrativo suíço, ao qual o The Wall Street Journal teve acesso. 

credisuisse5.jpg
O banco foi adquirido pelo UBS, maior concorrente, com o apoio do Banco Nacional Suíço

A alegação é que o cancelamento foi desproporcionalmente prejudicial aos dos detentores dos papéis e violou seus direitos de propriedade, segundo o resumo do processo legal.

Em março, os mercados foram pegos de surpresa quando autoridades suíças cancelaram os US$ 17 bilhões em bônus, como parte da operação de resgate do Credit Suisse. De modo geral, as ações de um banco teriam de sofrer baixa contábil completa antes de credores assumirem perdas.

O regulador financeiro da Suíça, no entanto, determinou que os US$ 17 bilhões em bônus poderiam ser cancelados porque a aquisição do Credit Suisse pelo UBS contou com apoio do governo. Além disso, legisladores suíços deram ao regulador poder emergencial para dar baixa nos bônus em 19 de março, mesmo dia em que o UBS assumiu o controle do banco./AGÊNCIA ESTADO 

Sobre o autor
Mais Retorno
A Mais Retorno é um portal completo sobre o mercado financeiro, com notícias diárias sobre tudo o que acontece na economia, nos investimentos e no mundo. Além de produzir colunas semanais, termos sobre o mercado e disponibilizar uma ferramenta exclusiva sobre os fundos de investimentos, com mais de 35 mil opções é possível realizar analises detalhadas através de índices, indicadores, rentabilidade histórica, composição do fundo, quantidade de cotistas e muito mais!

® Mais Retorno. Todos os direitos reservados.

O portal maisretorno.com (o "Portal") é de propriedade da MR Educação & Tecnologia Ltda. (CNPJ/MF nº 28.373.825/0001-70) ("Mais Retorno"). As informações disponibilizadas na ferramenta de fundos da Mais Retorno não configuram um relatório de análise ou qualquer tipo de recomendação e foram obtidas a partir de fontes públicas como a CVM. Rentabilidade passada não representa garantia de resultados futuros e apesar do cuidado na coleta e manuseio das informações, elas não foram conferidas individualmente. As informações são enviadas pelos próprios gestores aos órgãos reguladores e podem haver divergências pontuais e atraso em determinadas atualizações. Alguns cálculos e bases de dados podem não ser perfeitamente aplicáveis a cenários reais, seja por simplificações, arredondamentos ou aproximações, seja por não aplicação de todas as variáveis envolvidas no investimento real como todos os custos, timming e disponibilidade do investimento em diferentes janelas temporais. A Mais Retorno, seus sócios, administradores, representantes legais e funcionários não garantem sua exatidão, atualização, precisão, adequação, integridade ou veracidade, tampouco se responsabilizam pela publicação acidental de dados incorretos.
É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos, ilustrações ou qualquer outro conteúdo deste site por qualquer meio sem a prévia autorização de seu autor/criador ou do administrador, conforme LEI Nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998.
® Mais Retorno / Todos os direitos reservados