Empresa

Cogna aprova emissão de R$ 1,250 bi em debêntures em até duas séries

Serão debêntures simples, emitidas em até duas séries com esforços restritos

Data de publicação:13/07/2021 às 08:00 - Atualizado 5 meses atrás
Compartilhe:
  • Facebook
  • Linkedin
  • Twitter Mais Retorno
  • Telegram Mais Retorno
  • WhatsApp Mais Retorno
  • Email Mais Retorno

O Conselho de Administração da Cogna Educação aprovou nesta segunda-feira, 12, a sua 7ª emissão de debêntures simples, não conversíveis em ações, no valor de R$ 1,250 bilhão, emitidas em até duas séries, com esforços restritos.

O prazo de vencimento da emissão da primeira série, segundo fato relevante divulgado pela empresa, é 20 de agosto de 2024. No caso das debêntures da segunda série, o pagamento será feito em duas parcelas: em 20 agosto de 2025 e 20 de agosto de 2026.

Cogna acumula prejuízo líquido de R$ 589,23 milhões no quarto trimestre de 2020
Cogna faz captação para alongar o passivo financeiro e aportar capital em controladas

A remuneração da primeira série será equivalente a 100% da taxa DI mais 2,60% ao ano; e de 2,95% ao ano na segunda série.

Os recursos líquidos captados pela companhia serão destinados a alongar o passivo financeiro, aportar capital em suas controladas (por meio de mútuo, aumento de capital, AFAC ou qualquer outra forma permitida pela legislação), sendo o remanescente destinado para o reforço do capital de giro.

Sobre o autor
Mais Retorno
Mais RetornoA Mais Retorno é um portal completo sobre o mercado financeiro, com notícias diárias sobre tudo o que acontece na economia, nos investimentos e no mundo. Além de produzir colunas semanais, termos sobre o mercado e disponibilizar uma ferramenta exclusiva sobre os fundos de investimentos, com mais de 35 mil opções é possível realizar analises detalhadas através de índices, indicadores, rentabilidade histórica, composição do fundo, quantidade de cotistas e muito mais!
Mais sobre
Ordem a mercado

Ordem a mercado

O que é ordem a mercado? Ao comprar ou vender ações na bolsa de valores, investidores geralmente têm as negociações mediadas por corretores particulares ou agências...

  CONTINUAR LENDO