Outros

Como se precisasse de novos motivos para cair, o mercado de Bitcoin recebeu um duro golpe nesta sexta-feira: o Conselho de Estado da China, em documento público, colocou em discussão medidas para a repressão à mineração e negociação de Bitcoin no país.

A proibição de as instituições financeiras e de pagamentos de operaram com criptomoedas já existe de 2013 e foi reiterada em 2017. No entanto, até agora, a indústria de mineração das moedas permanecia ilesa. Em nota oficial, o Conselho expõe maneiras de prevenir e controlar com firmeza os riscos financeiros pós-pandemia.

Foto: Arquivo
Restrições na China devem afetar ainda mais a moeda

Segundo Blog do Bitcoin é a primeira vez que um alto órgão do governo chinês discute publicamente as restrições ao setor. Ainda de acordo como Blog, o jornalista chinês Wu Blockchain, conhecido pela cobertura do mercado asiático e o primeiro a divulgar a informação, lembrou no Twitter que é a primeira vez que o nível mais alto da burocracia do país comunista claramente propõe algo contra a mineração de criptomoedas.

Imagem do autor

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Economia
Empresa
Mercado Financeiro
Economia
Veja mais Ver mais