Logo Mais Retorno
bolsa
Mercado Financeiro

Na semana, Bolsa avança 2,45% e o dólar sobe 1,47%

Investidores seguiram ponderando os juros europeus e temerosos com uma possível recessão global

Data de publicação:22/07/2022 às 17:31 -
Atualizado 2 meses atrás
Compartilhe:

Em uma semana marcada por uma agenda esvaziada local, a Bolsa fechou o período com alta de 2,45% e o dólar com avanço de 1,47%. No dia, o Ibovespa recuou levemente 0,11%, aos 98 mil pontos, e a moeda americana subiu marginalmente 0,05%, cotada a R$ 5,49.

Nesta sexta-feira, 22, o principal índice da B3 chegou a operar em alta, mas acabou virando o sinal para o terreno negativo com a cautela no mercado internacional sobre o cenário econômico global, que inclui inflação em alta e risco de recessão, tanto na Europa quanto nos Estados Unidos.

Bolsa
Investidores seguiram ponderando o aperto monetário europeu e uma possível recessão na zona do euro - Foto: Envato

Na zona do euro, as bolsas fecharam de lado e em Nova York, os principais índices acionários concluíram a sessão em queda.

Os investidores ainda ponderaram o aumento dos juros básicos na Velha Economia, anunciado pelo Banco Central Europeu (BCE) ao longo da semana, que consiste em um ajuste de 0,50 ponto porcentual - primeira vez após 11 anos - dando início a um ciclo de aperto monetário no bloco.

Para alguns especialistas, a chance de recessão na região é grande, pois a zona do euro ainda carrega resquícios da pandemia, inflação recorde e seriamente impactada com os reflexos da guerra na Ucrânia.

Por lá, além do temor com a forte desaceleração econômica, os investidores digeriram dados econômicos do bloco, como o índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) composto, que engloba os setores industrial e de serviços, que teve queda de 53,7 em junho para 52,8 em julho, menor nível em 17 meses.

Na Alemanha, o desempenho tanto da indústria como do setor de serviços decepcionou e apresentou contração neste mês, contribuindo para o fraco desempenho da zona do euro.

Para a consultoria Capital Economics, os dados de PMI sugerem que a região "está à beira da recessão devido à queda da demanda e ao aumento dos custos".

O Bundesbank, banco central alemão, divulgou que a inflação no país deve seguir elevada e pode inclusive subir mais em setembro.

Fechamento das bolsas europeias

  • Stoxx 600 (pan-europeu): +0,31% (425,71 pontos)
  • DAX (Frankfurt): +0,05% (13.253 pontos)
  • FTSE 100 (Londres): +0,08% (7.276 pontos)
  • CAC 40 (Paris): +0,25% (6.216 pontos)

Nos Estados Unidos, no início do pregão, as bolsas ganharam força e subiram em bloco. Por outro lado, os juros dos Treasuries renovaram as mínimas após o PMI do país cair abaixo dos 50 pontos em julho, sinalizando uma contração econômica.

No decorrer do pregão, os índices perderam a força, acentuando as quedas e, segundo Leonny Monteiro, especialistas em renda variável da Blue3, "mostrando cautela dos investidores na América do Norte, com os dados do PMI pesando no tom dos índices".

Fechamento das bolsas americanas

  • S&P 500: -0,93% (395,10 pontos)
  • Dow Jones Industrial Average: -0,43% (31.899 pontos)
  • Nasdaq 100: -1,77% (12.396 pontos)

O dia na Bolsa brasileira

Internamente, no ambiente acionário, a Bolsa só não recuou mais por conta do desempenho positivo das ações das gigantes exportadoras de commodities, que refletiram a alta nos preços do minério de ferro e petróleo. A Petrobras e a Vale fecharam o pregão em alta de 1,27 (ações PN) e 0,90%, respectivamente.

No entanto, no caminho contrário, os bancos puxaram o principal índice da B3 para baixo. Gigantes como Itaú, Bradesco e Santander encerraram a sessão em baixa de 1,28% (ações PN), 1,74% (ações PN) e 2,93 (unit), na sequência. / com Agência Estado

Maiores altas

EmpresaTickerVariação
BRFBRFS3+4,49
SuzanoSUZB3+2,98%
SabespSBSP3+2,50%
Raia DrogasilRADL3+2,97%
KlabinKLBN11+2,60%

Maiores baixas

EmpresaTickerVariação
Irb BrasilIRBR3-8,26%
Americanas S.AAMER3-6,26%
ViaVIIA3-4,94%
AzulAZUL4-5,04%
Magazine LuizaMGLU3-4,65%
Fonte: B3

Leia mais

Big techs: balanços surpreendem, mas perspectivas ainda não são boas (maisretorno.com)
Balanço do Twitter revela prejuízo líquido de US$ 270 milhões no 2° tri (maisretorno.com)
Fundos que investem na queda de Petrobras, conheça 7 deles (maisretorno.com)
Fundadores da Three Arrows Capital quebram silêncio sobre falência (maisretorno.com)

Sobre o autor
Mais Retorno
A Mais Retorno é um portal completo sobre o mercado financeiro, com notícias diárias sobre tudo o que acontece na economia, nos investimentos e no mundo. Além de produzir colunas semanais, termos sobre o mercado e disponibilizar uma ferramenta exclusiva sobre os fundos de investimentos, com mais de 35 mil opções é possível realizar analises detalhadas através de índices, indicadores, rentabilidade histórica, composição do fundo, quantidade de cotistas e muito mais!

Inscreva-se em nossa newsletter