Logo Mais Retorno
Mercado Financeiro

Bolsa cai 0,87% com Ômicron e falas de Jerome Powell no radar; dólar sobe a R$ 5,62

Aprovação da PEC dos Precatórios no CCJ ajudou a Bolsa a neutralizar parte das perdas

Data de publicação:30/11/2021 às 18:41 -
Atualizado 7 meses atrás
Compartilhe:
  • Facebook
  • Linkedin
  • Twitter Mais Retorno
  • Telegram Mais Retorno
  • WhatsApp Mais Retorno
  • Email Mais Retorno

A Bolsa de Valores brasileira, a B3, fechou em queda de 0,87%, aos 101.915 pontos nesta terça-feira, 30, acompanhando o movimento de forte desvalorização nos mercados internacionais. No radar dos investidores permaneceram os novos capítulos sobre a Ômicron, nova variante do coronavírus, e a sinalização de que o processo de retirada de estímulos monetários nos Estados Unidos deve ser antecipado pelo Federal Reserve (Fed, o banco central americano).

O Ibovespa chegou a cair aos 100.075 pontos durante a tarde, o menor patamar do ano intraday nesse ano. Porém, com a aprovação da PEC dos Precatórios na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, o principal índice da Bolsa recuperou parte da baixa. Já o dólar fechou em alta de 0,41%, cotado a R$ 5,62, refletindo a aversão ao risco global com o avanço da quarta onda de covid-19 por diversos países.

fundos de ações bolsa
Bolsa cai, puxada por cenário externo

Mais cedo, o chefe da farmacêutica Moderna disse que as vacinas já existentes contra a doença provavelmente não serão tão eficazes contra a variante Ômicron do coronavírus como foram anteriormente, com a variante Delta. "Acredito que vai ser uma queda material. Só não sei quanto, porque precisamos esperar pelos dados. Mas todos os cientistas com quem conversei estão tipo 'isso não vai para ser bom'", afirmou ele em entrevista ao Financial Times.

Rafael Ribeiro, analista da Clear Corretora, explica que a fala "gerou maior estresse entre os investidores em vista da possibilidade maior de lockdown", uma vez que já se sabe que a Ômicron tem um potencial de contágio maior, mesmo que, de acordo com pesquisas de cientistas sul-africanos, os casos decorrentes dessa cepa apresentem sintomas mais leves.

"Contudo, o CEO e co-fundador da BioNTech, Ugur Sahin, afirmou que a vacina contra a Covid-19, desenvolvida em parceria com a Pfizer, provavelmente oferece proteção contra casos graves da doença relacionados à Ômicron, o que revela como ainda é cedo para chegar em qualquer conclusão", ressalta o analista.

Ribeiro comenta, ainda, que o maior ponto de tensão no pregão desta terça-feira a nível global foram as novas falas de Jerome Powell, presidente do Fed. Ele afirmou que a instituição deve discutir a aceleração da redução de suas compras de títulos em sua próxima reunião de política monetária, tendo em vista, principalmente, as expectativas de inflação elevadas para 2021 e 2022.

"Portanto, se essa nova variante gerar problemas mais graves e eventualmente medidas mais drásticas forem tomadas, como um lockdown, desta vez o Fed não irá alimentar o mercado com medidas de estímulos, o que gera maior preocupação sobre um processo de desaceleração econômica prevista para o ano que vem", pontua o analista da Clear.

Com as novas informações acerca da pandemia e das decisões de política monetária nos Estados Unidos, a maior economia do mundo, as bolsas de Nova York fecharam em forte queda. Os índices S&P 500, Dow Jones e Nasdaq 100 recuaram 1,82%, 1,86% e 1,61%, respectivamente.

PEC dos Precatórios

No cenário doméstico, todas as atenções ao longo do dia estiveram voltadas para a votação da PEC dos Precatórios, proposta do governo federal que busca abrir espaço no Orçamento de 2022 por meio do adiamento de pagamento de dívidas judiciais e da reformulação do teto de gastos.

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado concluiu a votação da PEC nesta tarde, após aprovar o relatório por 16 votos a 10. O governo do presidente Jair Bolsonaro quer liquidar a tramitação ainda nesta terça-feira, 30, mas a votação no plenário, onde são necessários, pelo menos, 49 votos para a aprovação, poderá ficar para quinta, 2.

Os integrantes do colegiado rejeitaram os destaques apresentados. O líder do governo e relator da PEC, Fernando Bezerra (MDB-PE), anunciou uma nova mudança para incluir a renda básica como um direito na Constituição a pessoas em vulnerabilidade social. Há pressão para mais alterações na votação final.

O dia na Bolsa

Após a aprovação da PEC dos Precatórios, a Vale, que tem um peso de cerca de 14% na composição do Ibovespa, inverteu o sinal negativo e fechou em alta de 0,24%, acompanhando a valorização do minério de ferro no cenário externo. A Petrobras viveu o mesmo movimento ao longo do dia e fechou com avanço de 0,37%.

Em contrapartida, também no campo das commodities, as siderúrgicas fecharam no vermelho neste pregão da Bolsa. Usiminas e Gerdau recuaram 0,80% e 0,35%, enquanto a CSN apresentou queda acentuada de 3,28%.

Entre as maiores baixas, o destaque continua com as empresas ligadas ao consumo doméstico, que são prejudicadas com a deterioração do cenário macroeconômico. Locaweb e Méliuz despencaram 10,09% e 9,42%, na sequência, e a rede de shoppings Iguatemi caiu 4,43%. Já a CVC, empresa de turismo que também é impactada pelas perspectivas negativas em relação ao avanço da pandemia, reportou forte baixa de 6,87% em suas ações.

Sobre o autor
Bruna Miato
Repórter na Mais Retorno