Economia

Apesar dos efeitos econômicos da segunda onda da pandemia do novo coronavírus, o setor público consolidado (Governo Central, Estados, municípios e estatais, com exceção de Petrobras e Eletrobras) apresentou superávit primário de R$ 24,255 bilhões em abril, informou na manhã desta segunda-feira, 31, o Banco Central (BC).

Foto: Arquivo
Setor público registra superávit primário de R$ 24,255 bilhões, segundo BC - Foto: Arquivo

O resultado primário reflete a diferença entre receitas e despesas do setor público, antes do pagamento da dívida pública.

O déficit primário consolidado do mês passado ficou acima do intervalo das estimativas de analistas do mercado financeiro, que iam de superávit de R$ 8,300 bilhões a R$ 20,300 bilhões. A mediana estava positiva em R$ 16,500 bilhões.

O resultado fiscal de abril foi composto por um superávit de R$ 16,265 bilhões do Governo Central (Tesouro Nacional, Banco Central e INSS).

Já os governos regionais (Estados e municípios) influenciaram o resultado positivamente com R$ 6,972 bilhões no mês. Enquanto os Estados registraram um superávit de R$ 5,528 bilhões, os municípios tiveram resultado positivo de R$ 1,444 bilhão. As empresas estatais registraram superávit primário de R$ 1,019 bilhão. / com Agência Estado

Imagem do autor

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Economia
Economia
Economia
Economia
Veja mais Ver mais