Outros

As ações da rede de medicina diagnóstica Alliar chegaram a subir mais de 6% nos negócios desta quinta-feira.

Está por trás dessa valorização a notícia de que os fundos de investimento ligados ao empresário Nelson Tanure compraram cerca de 30% da Alliar, veiculada com exclusividade pelo Brazil Journal.

Foto: Rede D'Or/Reprodução YouTube
Rede D'Or

Segundo o jornal, um dos fundos afirmou ter comprado 5,13% da empresa, mas há muito mais, de acordo com fontes ouvidas. A investida de Tanure “coloca a Rede D’Or em córner".

A disputa entre dois compradores

A reportagem explica que numa oferta pública de aquisição (OPA), lançada na última segunda-feira (16), a rede D’Or ofereceu pagar R$ 11,50 por ação da Alliar. Valor que embutia um prêmio de 21,8% em relação ao fechamento do pregão anterior, e de 12,6% calculado sobre um preço médio de 30 dias.

Essa oferta feita pela D’Or ocorreu assim que expirou o acordo de acionistas entre o Pátria, que detém 25% das ações, e o grupo de médicos que criou a empresa, com 31%, relata o jornal.

Além de lançar a OPA, a D’Or também começou a comprar as ações da rede de diagnósticos no mercado. Até esta quarta-feira, a compra totalizava 3,1% do capital. Movimento que, no entanto, foi atropelado por Tanure.

Em meio a essa disputa entre os dois compradores, a ação da Alliar fechou o pregão de quarta-feira, valendo R$ 12,33, nível acima do valor fixado na oferta pública, de R$ 11,50.

Por volta das 13h do pregão desta quinta-feira, a ação estava cotada a R$ 12,40, com a empresa valendo R$ 1,46 bilhão. Às 15h40, o papel estava cotado a R$ 12,90, com alta de 4,62%.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Veja mais Ver mais