Logo Mais Retorno
Fundos de Investimentos

5 fundos multimercado que você precisa conhecer

São fundos com estratégias interessantes e consistentes no longo prazo

Data de publicação:19/05/2022 às 00:30 -
Atualizado um mês atrás
Compartilhe:
  • Facebook
  • Linkedin
  • Twitter Mais Retorno
  • Telegram Mais Retorno
  • WhatsApp Mais Retorno
  • Email Mais Retorno

Os fundos de investimento multimercado possuem um grande atrativo aos seus cotistas: a liberdade para alocar o patrimônio em diversas categorias de produtos, algo que ajuda a aproveitar oportunidades distintas de acordo com o cenário econômico.

Os fundos multimercado da lista foram escolhidos com base em suas estratégias - Foto: Reprodução

Se esse é um fator promissor em termos de desempenho, também se configura em um risco. Afinal, sem conhecer a estratégia do fundo, o investidor pode ficar cego com o que está sendo feito com o seu dinheiro.

Pensando nisso, hoje nós vamos trazer algumas propostas de fundos multimercado que têm por objetivo justamente ajudá-lo a entender como podemos selecionar bons produtos no mercado financeiro e, principalmente, que ofereçam uma abordagem descorrelacionada para a sua carteira de investimentos.

5 fundos multimercado que você precisa conhecer

Antes de começar a listar alguns fundos de investimentos multimercado que você precisa conhecer, alguns recados são importantes. Em primeiro lugar, é sempre válido reforçar que nenhum dos produtos é uma recomendação de investimento. É necessário pesar uma série de fatores, em especial o perfil de investidor, antes de uma alocação.

Ademais, a nossa lista não se pauta em rentabilidade, mas sim nas estratégias. Isso porque, para conhecer os fundos de melhor desempenho, basta usar as ferramentas de comparação que disponibilizamos aqui na Mais Retorno.

Além disso, os resultados de curto prazo não são uma boa métrica na medida em que eles podem "enganar" em função de um cenário econômico favorável. Portanto, o que nos levou a selecionar esses fundos de investimentos que listaremos a seguir foi a estratégia ou algum fator de longo prazo.

Registros feitos, vamos então apresentar cinco fundos de investimentos que você precisa conhecer antes de montar a sua carteira.

Mas antes, aproveite para garantir sua vaga no curso exclusivo como investir nos melhores fundos, e conheça mais sobre este universo. Aprenda como analisar, gerenciar sua carteira e como selecionar os melhores fundos, clicando aqui.

1. Forpus Multiestratégia FIM LP

O primeiro fundo de investimentos que vale dar uma olhada é o produto de multiestratégia da Forpus. A gestora, fundada em 2014, ficou bem conhecida pelo seu fundo de ações, que tem um desempenho muito bom desde o lançamento.

Assim, em 2020, optou pelo lançamento de um produto multimercado que, inclusive, tem uma alocação (geralmente, entre 30% e 40%) ao seu próprio fundo de ações, mas também diversifica o patrimônio em títulos públicos, câmbio e até mesmo alguma exposição em criptomoedas — inicialmente feita via HASH11, o ETF da Hashdex.

O mais interessante do Forpus Multiestratégia é que, mesmo com período de vida em uma situação econômica adversa — com ciclo de alta das taxas de juros e forte pressão inflacionária —, o fundo consegue bater com folga os dois indicadores representativos desses desafios (CDI e IPCA) e proteger o poder de compra dos cotistas.

Fundos multimercado
Fonte: Comparador de Ativos da Mais Retorno

2. Verde CSHG FIC FIM

É difícil falar de fundos multimercados sem pensar no famoso fundo Verde, comandado pelo também notável Luis Sthulberg. Em listas e rankings de desempenho com janelas de cinco ou dez anos, é comum encontrar o fundo no top-10.

O que mais chama atenção no produto é a consistência. Não é difícil encontrar gestores que entregam resultados em um período de um ou dois anos. No entanto, a missão é bem mais complexa para horizontes temporais mais longos. O Verde existe há mais de 20 anos, mas sem perder a consistência neste período.

No gráfico abaixo, é possível notar como o resultado se aproxima de uma curva de renda fixa, mas com um incremento muito positivo de rentabilidade. Desde 2000, o Verde entregou uma rentabilidade mais de quatro vezes maior do que o CDI. Esse desempenho é fruto de uma cobertura bem completa do mercado, que inclui exposição internacional.

fundos multimercado
Fonte: Comparador de Ativos da Mais Retorno

3. Absolute Vertex FIC FIM

A Absolute é uma gestora que se destaca pela transparência de processos. No próprio site, é possível entender o foco da empresa: reunir os melhores profissionais (há um gráfico compartilhando a carreira do time, inclusive em concorrentes), paciência para crescer ao longo do tempo e clareza das estratégias.

O fundo Absolute Vertex tem como objetivo superar o CDI no longo prazo, alocando o capital dos cotistas em um fundo Master. Os investimentos utilizam uma mescla de fundamentos macroeconômicos e análise técnica do preço dos ativos.

A rentabilidade também já foi comprovada ao longo do tempo, pois o produto foi lançado em 2015 e, desde julho do mesmo ano, poucos meses após o seu início, nunca mais esteve abaixo do CDI, seu principal benchmark. O resultado é atribuído principalmente para a estratégia de juros, mas também há exposição em ações (Long & Short), câmbio e global.

fundos multimercado
Fonte: Comparador de Ativos da Mais Retorno

4. IP Participações IPG BDR Nível I

Mencionamos em mais de um fundo multimercado a presença de ativos internacionais. E essa é uma questão importante pensando em diversificação geográfica, reduzindo assim o "risco-país" do Brasil diante da nossa carteira de investimentos.

Nesse sentido, a IP Capital Partners tem um fundo excelente para o pequeno investidor que deseja acessar o mercado internacional: o IP Participações IPG BDR Nível I. Vale destacar que, ao contrário da enorme maioria dos fundos globais, ele não é exclusivo de investidores qualificados. É, portanto, uma excelente forma de tornar o produto mais acessível.

Outro ponto de destaque na estratégia é que o time é realmente focado no mercado internacional, especialmente nos Estados Unidos. Dessa forma, não se trata de apenas oferecer diversificação geográfica. Há, realmente, uma equipe de qualidade para atingir esse objetivo.

Entretanto, não há obrigatoriedade de ter uma parte do patrimônio fora do país: isso será feito de acordo com as oportunidades — o que é ótimo na medida em que deixa a gestão atuar em bons ativos.

O resultado fala por si: desde o lançamento do fundo, a IP vence com folga o Ibovespa e fica muito próxima do resultado do S&P500, principal índice acionário dos Estados Unidos.

Fonte: Comparador de Ativos da Mais Retorno

5. Giant Zarathustra FIC FIM

A Giant Steps é conhecida no mercado por estratégias que utilizam da tecnologia — são os chamados "fundos quantitativos", que utilizam de algoritmos para a tomada de decisão de investimentos.

Um deles é o Giant Zarathustra, que possui uma particularidade bem interessante: ele foi projetado para atuar com maior eficiência justamente em períodos de maior volatilidade do mercado. Ou seja, é uma boa opção para se proteger de turbulências, como devemos viver em 2022 em função das eleições presidenciais.

Apesar da estratégia ser relativamente nova em relação ao mercado financeiro tradicional, já há uma entrega muito positiva diante do CDI, que é o seu benchmark. Vale menção para o fundo Giant Sigma FIC FIM, que possui estratégia complementar: ele performa melhor em situações de racionalidade do mercado.

Fonte: Comparador de ativos da Mais Retorno

Qual é o seu fundo multimercado favorito?

Gostou de conhecer esses cinco fundos de investimentos com perfil de multimercado? A ideia foi justamente apresentar bons produtos, mas com estratégias distintas, para que você possa montar a sua carteira de forma diversificada e completa.

E você? Tem algum fundo multimercado favorito em função de uma estratégia diferenciada? Compartilhe conosco na área de comentários e nos ajude a tornar esse conteúdo ainda mais completo.

Sobre o autor
Stéfano Bozza
Formado em Administração pela PUC-SP. Trabalhou em empresas do segmento financeiro (Itaú BBA) e varejo (BRMALLS) até 2016, quando iniciou a jornada de produção de conteúdo para a internet com foco em finanças.