Última modificação em 15 de julho de 2020

O que é Selic Over?

A Selic Over nada mais é que a taxa básica de juros efetivamente exercida no Brasil, calculada como uma taxa média das negociações de um dia dos títulos públicos na SELIC.

Para entender melhor o que é a Selic Over, é preciso conhecer todo o sistema que se encontra por trás dela.

Começando pelo regime de metas de inflação, instrumento de política monetária adotado pelo Brasil em 21 de junho de 1999 (último ano do Plano Real). Ele foi criado para prover um ambiente de inflação estável, imprescindível para garantir o crescimento econômico, por meio de suas 2 diretrizes:

  1. Ancoragem das expectativas em relação ao nível de preços;
  2. Redução da incerteza em relação ao futuro.

Sua implementação segue um conjunto de regras:


Qual a finalidade de uma meta de inflação?

 

Sua finalidade é garantir não só a estabilidade de preços no curto prazo, mas também oferecer uma certa certeza de que eles permanecerão em níveis adequados no futuro. Isso porque, quando existe pouca confiança na forma como a economia está sendo conduzida, as empresas não investem, ao mesmo tempo em que os consumidores reduzem as suas compras.

Ao contrário do que se imagina, o BC não interfere diretamente no crescimento econômico. Ele atua apenas naquilo que pode prejudica-lo, como a inflação elevada e a instabilidade financeira, fatores que diminuem a eficácia do regime de metas.

Qual a relação entre Selic Meta e Selic Over?

Ambas se encontram relacionadas pelo seguinte contexto:

COPOM

A cada 45 dias, o Comitê de Política Monetária (COPOM) do Banco Central do Brasil se reúne. Em cada uma dessas ocasiões, que se desenrolam durante 2 dias, os seus participantes avaliam a conjuntura local e externa, entre outros fatores, para decidir pelo aumento, redução ou manutenção da taxa de juros (Selic Meta).

Essa decisão se torna pública ao final do segundo dia de reunião.

Sem caixa

Em um sistema eletrônico administrado pelo próprio BC, chamado de sistema SELIC, se encontra 99% de todo o estoque de títulos públicos do país, registrados em nome das várias instituições financeiras que participam do Sistema Financeiro Nacional.

Elas, como intermediárias que são, emprestam ou captam recursos de terceiros ao longo do dia, sempre com o objetivo de captar “mais barato” e emprestar “mais caro”, mas não deixam “dinheiro parado” de um dia para o outro. Dito de outra forma, a cada manhã, bancos e demais instituições do mercado financeiro começam do “zero”.

Portanto, na manhã seguinte à decisão do COPOM, todos retomam as suas atividades, entregando parte dos seus títulos (como garantia) para se financiarem por mais 1 dia.

Negociação de dinheiro

As taxas negociadas ao longo do dia, para essas operações de financiamento com títulos públicos, são acordadas individualmente, gerando uma média ponderada muito próxima à Selic Meta. Essa média é o que se chama de Selic Over.

O termo “Over” faz referência ao termo em inglês overnight, que quer dizer ao longo da noite, dado que esses empréstimos vencerão no dia seguinte.

Qual a relação entre Selic Over e o custo dos financiamentos bancários?

A taxa Selic Over baliza o Certificado de Depósito Bancário (CDI), um título privado que representa o empréstimo que os bancos fazem entre si.

Ao CDI são incorporados os demais elementos que fazem parte do sistema bancário:

Chegando-se assim à taxa de juros final para quem precisa de um financiamento.

Como Investir nos Melhores Fundos

Termo do dia

Plano Cruzado

O que foi o Plano Cruzado? O Plano Cruzado foi um ajuste do governo federal implantado em 1986 para tentar controlar a economia ante o aumento…

Veja outros termos