Open Nav Logo Mais Retorno

Banco Comercial

O que é um Banco Comercial?

O Banco Comercial é uma instituição financeira (de domínio público ou privado) que tem como principal objetivo captar e fornecer recursos financeiros em transações de curto a médio prazo.

Ela pode atender tanto Pessoas Jurídicas (como companhias da indústria, comércio, prestadores de serviço e mais) quanto Pessoas Físicas (trabalhadores, por exemplo) atuando como um intermediário financeiro.

Pode parecer um conceito estranho quando colocado de forma tão formal, mas se você possui uma conta aberta em alguma instituição, onde recebe o seu salário e faz transferências, saiba que se trata de um banco comercial. Ou, pelo menos, de um banco múltiplo - mas não se preocupe, te explicaremos as diferenças mais adiante.

Por ora, cabe saber que essas instituições recolhem recursos dos clientes e repassam aos tomadores de crédito, cobrando juros e taxas de serviço em suas operações. Dessa forma, cria-se o chamado “spread bancário”, a principal fonte de receita dos bancos comerciais.


Como um Banco Comercial funciona?

Burocraticamente falando, os Bancos Comerciais devem ser constituídos sob uma Sociedade Anônima (S/A). Isso significa que não possuem capital social sob domínio de alguém em específico, mas sim dividido em ações que podem ser transacionadas.

Além disso, a organização deve apresentar em sua denominação o termo “banco” para ser considerada legítima.

Assim como todos as demais classificações de bancos, o Banco Comercial é supervisionado pelo Banco Central do Brasil, seguindo as regras do Sistema Financeiro Nacional (SFN).

No entanto, não só de conceitos legais um banco comercial vive.

No dia a dia, os serviços dos quais o cliente mais usufrui quando associado a uma instituição desse tipo são:

  • Movimentações em conta-corrente e conta-poupança;
  • Uso de cartões de crédito;
  • Uso de cartões de débito;
  • Emissão de cheques;
  • Pagamentos de contas;
  • Transferências para outra conta bancária da mesma instituição;
  • Transferências para outra conta bancária de instituição diferente;
  • Custódia de bens em cofres;
  • Empréstimos diversos.

Para financiar suas operações e garantir esses serviços, contudo, os bancos comerciais recolhem depósitos à vista (via conta corrente) ou depósitos a prazo (através de investimentos como o Certificado de Depósito Bancário - CDB).

Qual é a origem dos Bancos Comerciais?

Para rastrear a origem dos bancos comerciais e entender como eles chegaram à sua estrutura atual, evoluindo inclusive como o que se conhece como banco múltiplo, é necessário uma separação.

Isso porque acredita-se que atividades semelhantes às que essa instituição realiza hoje já eram realizadas pela civilização fenícia, há cerca de 4 mil anos atrás.

No entanto, não espere portas giratórias e filas que te fazem se perguntar mil vezes se o seu objetivo ali vale tanto assim… Os “banqueiros” da época realizavam as suas operações de forma muito rudimentar, tanto que a palavra banco vem da bancada onde eram realizadas as trocas de moedas.

Essa palavra, assim como o uso de “papéis” como um sinônimo de títulos, indica a evolução do sistema financeiro ao longo dos séculos.

Foi somente em 1406 que surgiu o Banco de San Giorgio, considerado primeiro banco moderno - embora ainda sem aquelas portas giratórias que travam com a moeda esquecida no seu bolso. A ideia se popularizou tanto que, no século seguinte, Florença (a cidade onde ele se localizava) já tinha nada mais, nada menos do que 80 (!) bancos.

No resto do mundo, não foi diferente. Com a popularidade, outros serviços começaram a ser agregados, como os investimentos no mercado financeiro, por exemplo.

Contudo, após a Crise de 1929, essa “desordem” de serviços é refreada pelos governos, que ou a proíbem (mantendo os bancos comerciais limitados à tomada e fornecimento de crédito) ou a regulam (abrindo espaços para os bancos múltiplos).

Qual é a diferença entre os bancos comerciais e os bancos múltiplos?

Como você já sabe, os bancos comerciais prestam serviços ligados ao crédito, tomando recursos e emprestando a outras pessoas.

No entanto, o banco múltiplo também pode fazer o mesmo.

Isso porque um banco múltiplo é uma instituição que agrega os serviços dois ou mais tipos diferentes de bancos, sendo autorizado a oferecê-los simultaneamente.

Então ele pode ser tanto um banco comercial, quanto um banco de investimentos. Isto é, pode tanto oferecer empréstimos, quanto intermediar operações no mercado financeiro. Isso sem falar nas outras categorias (e funções) que ele também desempenhar.

Avalie esse texto e nos ajude a melhorar cada vez mais.

Nos ajude a melhorar o conteúdo desse texto! Envie um complemento ou correção por aqui para deixar esse conteúdo ainda melhor. Seu nome pode ser citado como revisor desse conteúdo com a sua permissão! ;)

Envie sua sugestão


Conheça também os termos relacionados