Logo Mais Retorno

Siga nossas redes

  • Instagram Mais Retorno
  • Youtube Mais Retorno
  • Twitter Mais Retorno
  • Facebook Mais Retorno
  • Tiktok Mais Retorno
  • Linkedin Mais Retorno
xp-investimentos-reproducao.webp
Empresa

XP ultrapassa R$ 1 trilhão em ativos de clientes sob sua custódia

O valor era meta da corretora no início de 2022, mas as dinâmicas do mercado dificultaram a captação em alguns trimestres.

Data de publicação:19/06/2023 às 08:00 -
Atualizado 8 meses atrás
Compartilhe:

 A XP Inc. passou a marca de RS 1 trilhão em ativos de clientes sob custódia nas plataformas de investimentos XP, Rico e Clear. Em nota, a empresa cita que em 2017 o montante era de R$ 100 bilhões. 

A informação foi anunciada em evento que a empresa promove neste fim de semana com sócios de escritórios conveniados.

xp-investimentos-modal.webp
Ações da corretora subiram 60% em 2023

O valor era meta da corretora no início de 2022, mas as dinâmicas do mercado dificultaram a captação em alguns trimestres. 

No final do primeiro trimestre deste ano, o total sob custódia era de R$ 954 bilhões. No período, a captação líquida foi de R$ 125 bilhões, mas com depreciação de mercado de R$ 44 bilhões.

Atualmente a XP possui mais de 13 mil assessores de investimentos conectados e mais de quatro milhões de clientes. 

"Nosso sonho grande é continuar transformando a indústria financeira brasileira. Nosso propósito é o de ajudar os brasileiros e brasileiras a investirem melhor, oferecendo assessoria de investimento com alinhamento de longo prazo e produtos diferenciados para que possam fazer as melhores escolhas", diz o presidente-executivo Tiago Maffra em nota.

Saiba mais sobre a XP Investimentos

A XP Investimentos é uma corretora de valores especializada no modelo de assessores de investimentos independentes. Ela é parte da XP Inc, que inclui outras marcas com serviços relacionados ao mercado financeiro, como a XP Educação, a XP Corretora de Seguros e a XP Private.

História da XP Investimentos

A XP Investimentos surgiu em 2001, em Porto Alegre, fundada por Guilherme Benchimol e Marcelo Maisonnave. Nessa época, foi criada como uma empresa de AAIs (agentes autônomos de investimentos).

Pouco depois, em 2005, surgiu a XP Gestão de Recursos, com o objetivo de administrar os ativos dos clientes.

Já em 2007, a empresa incorporou a Americainvest e, a partir de então, começou a atuar como corretora de valores.

Aquisições envolvendo a XP Investimentos

Além da Americainvest, a XP também adquiriu a Interfloat (2011), a Senso Corretora (2011), o Infomoney (2011), a Clear Corretora (2014) e a Rico Corretora de Valores (2016). Também fechou um acordo de incorporação da Prime Corretora (2012).

Por outro lado, em 2017, o Itaú Unibanco adquiriu 49.9% das ações da XP. A transação envolveu mais de R$ 6 bilhões.

Na verdade, essa transação não saiu como planejado, pois o Itaú pretendia assumir o controle da XP até 2020, com a aquisição de mais 12.5% de suas ações, e a possibilidade de chegar a 100% em 2024. No entanto, o Bacen não aprovou essa parte do contrato.

Banco XP

Em Outubro de 2019, o Banco Central autorizou a XP Inc a atuar como banco múltiplo no Brasil, isto é, um banco com carteiras comercial e de investimentos. Além disso, a autorização também se estende à realização de operações no mercado de câmbio.

A sede do Banco XP está localizada no Rio de Janeiro. Seu capital social é de R$ 100 milhões.

IPO da XP Inc

A XP Inc está se organizando para realizar seu IPO, a oferta inicial de ações, nos EUA. A previsão é de que isso aconteça entre Dezembro de 2019 e Janeiro de 2020.

Ainda não está definido se a XP vai optar pela Bolsa de Nova Iorque (NYSE) ou pela Nasdaq. Porém, os bancos responsáveis por estruturar a oferta já foram contratados, e incluem JPMorgan, Morgan Stanley, Goldman Sachs, Itaú Unibanco (que, como vimos, atualmente detém 49.9% das ações da XP), além da própria XP.

Em preparação para esse evento, a empresa até mudou de nome. Anteriormente, chamava-se Grupo XP. A mudança para XP Inc é um elemento de sua iniciativa de internacionalização.

Análises do BTG Pactual indicam que a XP pode valer R$ 60 bilhões no IPO./ Com Agência Estado

Sobre o autor
Mais Retorno
A Mais Retorno é um portal completo sobre o mercado financeiro, com notícias diárias sobre tudo o que acontece na economia, nos investimentos e no mundo. Além de produzir colunas semanais, termos sobre o mercado e disponibilizar uma ferramenta exclusiva sobre os fundos de investimentos, com mais de 35 mil opções é possível realizar analises detalhadas através de índices, indicadores, rentabilidade histórica, composição do fundo, quantidade de cotistas e muito mais!

® Mais Retorno. Todos os direitos reservados.

O portal maisretorno.com (o "Portal") é de propriedade da MR Educação & Tecnologia Ltda. (CNPJ/MF nº 28.373.825/0001-70) ("Mais Retorno"). As informações disponibilizadas na ferramenta de fundos da Mais Retorno não configuram um relatório de análise ou qualquer tipo de recomendação e foram obtidas a partir de fontes públicas como a CVM. Rentabilidade passada não representa garantia de resultados futuros e apesar do cuidado na coleta e manuseio das informações, elas não foram conferidas individualmente. As informações são enviadas pelos próprios gestores aos órgãos reguladores e podem haver divergências pontuais e atraso em determinadas atualizações. Alguns cálculos e bases de dados podem não ser perfeitamente aplicáveis a cenários reais, seja por simplificações, arredondamentos ou aproximações, seja por não aplicação de todas as variáveis envolvidas no investimento real como todos os custos, timming e disponibilidade do investimento em diferentes janelas temporais. A Mais Retorno, seus sócios, administradores, representantes legais e funcionários não garantem sua exatidão, atualização, precisão, adequação, integridade ou veracidade, tampouco se responsabilizam pela publicação acidental de dados incorretos.
É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos, ilustrações ou qualquer outro conteúdo deste site por qualquer meio sem a prévia autorização de seu autor/criador ou do administrador, conforme LEI Nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998.
® Mais Retorno / Todos os direitos reservados