Empresa

O conselho de administração da Vale aprovou a distribuição de dividendos aos acionistas no valor de R$ 2,177 por ação.

Foto: Ricardo Teles
Mina de Salobo/Pará da Vale - Foto: Ricardo Teles

O pagamento ocorrerá em 30 de junho de 2021. Será considerada a posição acionária de 23 de junho de 2021 e para os detentores de American Depositary Receipts (ADRs) negociados em Nova York será 25 de junho de 2021. As ações da Vale serão negociadas ex-dividendo na B3 e na NYSE, em Nova York, a partir de 24 de junho de 2021.

Em comunicado, a Vale afirma que, do valor total de R$ 2,177 por ação, R$ 0,716 é declarado com base no balanço levantado em 31 de março de 2021 e se refere à antecipação da destinação do resultado do exercício de 2021, e R$ 1,460 se refere a reservas de lucros constantes no balanço de dezembro de 2020.

Esta distribuição, segundo a companhia, não está relacionada ao dividendo a ser regularmente pago em setembro de 2021.

Barragem de Xingu

Nesta semana, a Vale informou que continuam suspensos o acesso de trabalhadores e a circulação de veículos na zona da inundação da barragem Xingu, incluindo da Mina Alegria. A suspensão segue o termo de interdição lavrado pela Superintendência Regional do Trabalho (SRT).

A companhia ressaltou que a barragem Xingu permanece em nível 2 de emergência, conforme Plano de Ação de Emergência de Barragens de Mineração (PAEBM), em que não há risco iminente de ruptura.

A inexistência de risco iminente ou alteração na condição da estrutura foi reforçada após visita técnica realizada ontem pela Agência Nacional de Mineração (ANM).

A barragem é monitorada e inspecionada por equipe técnica especializada, estando incluída no plano de descaracterização de barragens da companhia, acrescenta o comunicado. / com Agência Estado

Imagem do autor

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Visualizar Comentários

Empresa
Empresa
Empresa
Empresa
Veja mais Ver mais