Empresa

Durante as fases de instabilidade financeira provocadas por crises econômicas, é comum que haja uma desvalorização das ações na bolsa de valores, tornando-se um momento adequado para investir em ativos de longo prazo. 

Durante a pandemia provocada pela Covid-19, por exemplo, muitas empresas tiveram uma queda acentuada, enquanto outros setores apresentaram crescimento significativo, como é o caso das ações da Fleury (FLRY3), empresa líder no segmento da medicina diagnóstica no país.

Por outro lado, é importante ter cuidado com a prática de comprar ações que estão em declínio na expectativa que elas tenham uma rápida recuperação. Afinal, ater-se aos fundamentos da empresa é o motivo pelo qual deve-se considerar os momentos em que elas estão atravessando.

Portanto, se quer conhecer mais sobre as ações da Fleury, continue sua leitura!

O que é o Grupo Fleury?

Criada em 1926 pelo médico e empresário Gastão Fleury da Silveira, o Grupo Fleury iniciou suas atividades como um laboratório de pequeno porte, tendo alcançado maior destaque apenas em meados da década de 90, após se tornar a primeira empresa a disponibilizar os resultados de exames clínicos por meio de um portal na internet.

No início do século, a marca Fleury incorporou-se a mais de 20 marcas, tomando forma do Grupo que conhecemos hoje. Entre as empresas adquiridas o Grupo Papaiz do segmento de exames odontológicos.

Em 2009, a companhia se tornou uma empresa de capital aberto, passando a compor o Índice Bovespa em 2018. Atualmente, a organização possui aproximadamente 9 mil colaboradores distribuídos entre 9 estados do país.

Em seu portfólio de produtos e serviços, destaca-se a medicina diagnóstica, além da oferta de consultoria e assessoria para empresas do segmento de cuidados com a saúde do indivíduo.

Como funcionam as ações do Grupo Fleury?

Com o início das medidas de biossegurança impostos para tentar frear o avanço da pandemia de coronavírus pelo país, as ações do Grupo na bolsa de valores apresentaram uma queda acentuada. 

De acordo com dados da B3, enquanto os papéis da FLRY3 estavam cotados em R$ 30,00 no início de março de 2020, após as duas primeiras semanas do isolamento social, suas ações passaram a ser cotadas por R$ 20,00 aproximadamente.

Durante os primeiros momentos, as ações tiveram uma oscilação considerável, tendo o seu valor mínimo por cada papel fixada em R$ 20,00. Por conta disso, durante todo o ano de 2020, o papel teve uma desvalorização de 30%, sendo 12% de queda registrada apenas em maio de 2020.

Apesar desse contexto, de modo geral os papéis da Fleury são pouco sensíveis às variações mercadológicas, considerando o principal índice da bolsa, o Ibovespa. Esse fato está diretamente atrelado ao mercado em que está inserido, isto é, o setor de serviços de saúde, conhecidamente anticíclico, já que é resiliente a crises econômicas.

Atualmente, cada ativo da empresa custa R$ 25,16, conforme demonstrado pelo gráfico abaixo:

Tela capturada em 27 de março de 2021.

Como investir no Grupo Fleury?

Os planos de saúde estão entre os serviços prioritários para boa parte das famílias. Afinal, por meio deles é possível garantir acesso ao sistema de saúde de qualidade, bem como promove maior comodidade e segurança às pessoas, já que o sistema público de saúde está completamente sobrecarregado.

Entretanto, mesmo as empresas do ramo de saúde e bem-estar podem ser impactadas pela crise de Covid-19. Para enfrentar esse desafio, o grupo investiu aproximadamente R$ 6 milhões em serviços de telemedicina, o que contribuiu para minimizar o impacto negativo, já que essa se tornou uma prática muito comum de tele atendimentos durante a pandemia.

Sendo assim, se você definiu que deseja investir em ações da empresa, o primeiro passo é abrir a sua conta em uma corretora de valores. Em seguida, basta transferir os valores que serão aplicados como aportes do seu banco tradicional ou digital para a corretora, seja via TED ou DOC para começar a negociar os ativos na bolsa.

Entretanto, vale lembrar que os papéis da Fleury, assim como as demais companhias listadas na B3 estão condicionadas ao comportamento do mercado, podendo então, oscilar entre altos e baixos. Nesse sentido, esse tipo de mercado é indicado àqueles que possuem um perfil mais arrojado, ou seja, que têm maior inclinação a correr riscos.

Quanto rende os investimentos do Grupo Fleury?

No último trimestre de 2020, o Grupo Fleury divulgou seu crescimento interanual de 29% na comparação com o mesmo período do ano anterior. Com isso, a receita líquida da companhia atingiu patamares históricos, ultrapassando a casa dos 928 milhões de reais. Essa mudança se dá muito em razão do crescimento da empresa provocado pelo aumento no número de testes de Covid-19 realizados pela companhia.

Isso porque, durante o 4º trimestre de 2020 este serviço ocupou uma parcela de 11% na receita total da empresa. Além disso, os demais testes realizados pelos laboratórios do Grupo Fleury tiveram um aumento bastante consolidado, o que representa 14% de sua receita total.

Dividendos

Conforme divulgado na última reunião do Conselho de Administração, ocorrida em 30 de dezembro de 2020, foi aprovada a distribuição de dividendos como forma de remuneração dos acionistas da companhia sob a forma de juros sobre o capital próprio (JCP). Com o ajuste dos valores brutos pagos, cada unidade terá o valor de R$ 0,234723, o que corresponde a um montante total de 74,4 milhões de reais em lucro.

Confira, a seguir, o histórico de dividendos pagos pelo Grupo Fleury (FLRY3) nos últimos cinco anos em milhões de reais:

Fonte: Site da empresa

Afinal, vale a pena investir no Grupo Fleury?

Em linhas gerais, não é tão simples identificar qual o melhor momento para comprar ou vender ações de determinada companhia. A exceção fica por conta dos períodos em que há uma variação mais acentuada, como é o caso da fase atual instaurada pela pandemia de Covid-19.

Em momentos como esse, por exemplo, a recomendação de compra de ações de empresas sólidas é uma excelente oportunidade, sobretudo para aqueles que vislumbram no horizonte chances de recuperação no longo prazo.

Contudo, é válido destacar que as ações FLRY3 não estão isentas de incertezas, já que o cenário atual é de ainda muita oscilação, sendo, portanto, difícil prever em que momento o combate à evolução da doença atingirá um patamar mais seguro.

Por outro lado, é importante destacar que no período anterior à crise do coronavírus a empresa estava em pleno processo de expansão da sua marca, ampliando sua participação no mercado de saúde e medicina diagnóstica. Logo, as margens de lucro estavam sob maior pressão.

Contudo, um aspecto importante é que a empresa tem assimilado muito bem o aumento do seu ticket médio de serviços, consequentemente, os ganhos de eficiência operacional devem ser considerados.

Portanto, para quem pretende investir nos papéis da empresa é preciso analisar de maneira profunda os principais detalhes sobre o seu desempenho atual e perspectiva futura. Afinal, é indispensável assegurar que o Grupo Fleury apresenta boa saúde financeira, bem como acompanhar as recomendações de corretoras e demais especialistas do setor.

O que achou das dicas e informações que apresentamos neste artigo? Se quer manter-se informado sobre as principais novidades do mercado financeiro, não deixe de assinar a nossa newsletter.

Imagem do autor

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Empresa
Empresa
Empresa
Empresa
Veja mais Ver mais