Market oriented economy

Última modificação em 21 de Setembro de 2021 às 04:36

O que é market oriented economy?

Market oriented economy, livre mercado ou economia de mercado, é o sistema econômico organizado de forma que as empresas, os preços e a produtividade sejam controlados pela demanda dos produtos ou serviços, não pelo governo.

Na prática, o market oriented economy nunca existiu, de forma plena. Embora grandes teóricos tenham defendido esse sistema, como Mises e Hayek, os críticos alegam que esse tipo de economia perpetua a desigualdade, gera um futuro muito incerto e recompensa eventuais crueldades.

Quais as características do market oriented economy?

O livre mercado é, basicamente, o oposto da economia de comando, na qual o Estado está muito presente nos negócios. Veja os principais atributos desse tipo de economia:

Preços e produtividade definidos pela oferta/demanda e concorrência

Mesmo em uma sociedade que não siga o market oriented economy, a rigor, os preços são definidos pela concorrência e pela demanda. É o mais natural; se a demanda é grande, o preço diminui. E se a concorrência não fizer o seu dever de casa, alguém vai se destacar — é a conhecida Mão Invisível do mercado.

Em casos extraordinários, mesmo nas economias mais próximas do livre mercado pleno, o governo pode intervir: aumentando os impostos sobre o cigarro, reduzindo os tributos sobre produtos ambientalmente sustentáveis etc. Mas a influência raramente é tão direta, com “canetadas”, por exemplo.

Facilidade com o comércio exterior

Em uma economia mais controlada pelo governo, as taxas e tarifas alfandegárias restringem o comércio exterior. Isso ocorre com o objetivo de proteger as indústrias nacionais, que também se beneficiam de subsídios. Isso ocorre no Brasil e tende a reduzir a atratividade aos olhos dos investidores.

Já no market oriented economy, essas tarifas seriam mais reduzidas e os subsídios não existiriam, o que tornaria as exportações mais eficientes para as empresas.

Controle reduzido do câmbio

A taxa de câmbio pode afetar tanto o desenvolvimento econômico do país, como um todo, quanto pontualmente, ou seja, os preços dos produtos. 

No nosso país, um dos casos em que o câmbio foi controlado aconteceu na ocasião da criação do Plano Real, o que aliviou a inflação, mas prejudicou a Balança Comercial. Hoje, o controle ainda ocorre, por medidas do Banco Central e por alguns impostos, como o IOF (Imposto sobre Operações Financeiras).

Na economia de mercado, esse controle seria o mínimo possível para manter livre as comercializações com o exterior.

Quais as vantagens e as desvantagens do market oriented economy?

Todos esses fatores próprios da economia de mercado geram pontos positivos e negativos. Vamos, primeiro, às vantagens:

  • maior eficiência no setor empresarial: a economia mais livre pode estimular as empresas a tentarem reduzir os seus custos para ultrapassar a concorrência;
  • maior produtividade: se o governo fixa salários e níveis de produção, as pessoas se tornam menos propensas a trabalhar, uma vez que ganhariam a mesma quantia. É o que não acontece no market oriented economy;
  • mais inovação e eficiência como resposta à alta competitividade: a concorrência, junto com a lei da demanda e da oferta, são as maiores influências na economia. Por isso, para se destacar, os empreendedores precisariam inovar com frequência.

Por outro lado, ainda existem desvantagens do sistema, que são, no geral:

  • mais desigualdade: empresas com uma identidade menos competitiva ficariam de fora do mercado, provavelmente;
  • desamparo das pessoas mais carentes: se a maior parte das relações se baseiam na concorrência e na demanda, as pessoas mais carentes teriam menos chances no mercado;
  • interesse próprio acima do bem-estar coletivo: no market oriented economics, é mais provável que se pense de forma individual, antes de tudo. Isso, geralmente, torna ainda mais distante a utopia da meritocracia e concentra ainda mais o capital.
Munis - Municipal Bonds

Munis - Municipal Bonds

O que são os Munis (Municipal Bonds)? Munis são os títulos da dívida pública municipal americana, emitidos por governos de cidades, condados ou estados para financiar...

  CONTINUAR LENDO

Glossário de Finanças e Investimentos

Pesquise a(s) palavra(s) navegando pelo alfabeto abaixo