Última modificação em 6 de abril de 2021

O que é IOPV?

O IOPV (Indicative Optimized Portfolio Value) é um valor teórico da cota de participação do ETF em um determinado momento. O seu cálculo é feito de acordo com a quantidade de ativos em carteira multiplicados pelos preços mais recentes nas negociações nas bolsas de valores.

Também pode ser conhecido pelo termo Valor Indicativo de ETF e seu cálculo é feito a cada 30 segundos durante o horário de funcionamento das bolsas de valores. É ele que serve como guia do preço das cotas negociadas no mercado todo. O preço de mercado das cotas, apesar de utilizar o valor do IOPV como referência, podem estar cotadas com ágio — quando o valor da cotação é maior que o IOPV — ou como deságio, que é quando o valor é menor que o IOPV na BM&FBOVESPA.

Como o IOPV funciona?

Os traders costumam prestar muita atenção aos movimentos dos preços do IOPV — que também podem ser chamados de intradiários — e, para isso, usam gráficos em tempo real na tentativa de se beneficiar das flutuações desses valores a curto prazo. Normalmente, eles se baseiam em movimentações de um, cinco, 15, 30 e 60 minutos ao negociar dentro do dia do mercado.

Normalmente, para as negociações de alta velocidade são utilizados os gráficos de um e cinco minutos. Outras estratégias podem usar gráficos de 30 e 60 minutos para negociações com tempo de espera de várias horas. O scalping, como é chamado, é uma estratégia que se baseia em realizar muitas negociações por dia com o intuito de lucrar com pequenos movimentos no preço de uma ação. O trader, então, pode manter suas posições por um período mais estendido e ainda assim operar sob riscos mais elevados.

Quais são as vantagens e desvantagens do IOPV?

Um dos principais benefícios do IOPV é que as posições não são afetadas pela possibilidade de notícias noturnas negativas que carregam o potencial de impactar todos os preços dos títulos de uma maneira mais significativa. Essas notícias podem incluir atualizações e rebaixamentos de corretores ou relatórios de lucros e econômicos que acontecem antes da abertura do mercado ou após o seu fechamento.

Outra vantagem importante é a capacidade de usar ordens de stop-loss restritas, que é o ato de aumentar o preço de stop para tentar minimizar as perdas de uma posição longa. Outro benefício inclui o maior acesso à margem — e, dessa forma, uma maior alavancagem. Além de tudo isso, esse tipo de negociação ainda oferece aos traders mais oportunidades de aprendizagem.

No entanto, nesse processo também existem desvantagens. A primeira delas é o tempo insuficiente para uma posição ver aumentos reais no lucro — em alguns casos, qualquer lucro. O aumento dos custos de comissão devido à negociação mais frequente também pode ser visto como um obstáculo, já que corrói as margens de lucro que um negociante ou investidor pode esperar.

Qual é a relação entre IOPV e fundos mútuos?

Os fundos mútuos estão fora dos limites do IOPV. Isso porque a concepção desse tipo de fundo é voltada para o investidor de longo prazo e ele só pode ser vendido ou comprado por meio da empresa de investimentos do próprio fundo ou de uma corretora. Além disso, o preço é publicado apenas uma vez já no fechamento do pregão. Ele é conhecido como valor líquido do ativo (NAV) e reflete toda a movimentação intradiária dos ativos do fundo — menos o do seu passivo que, nesse caso, é calculado por ação.

Os fundos mútuos, portanto, não oferecem preços intradiários, uma vez que seus ativos flutuam em valor de mercado e os seus gerentes tomam decisões de compra e venda durante o dia inteiro. No entanto, os ETFs — que podem ser considerados como seus “primos próximos” que são administrados de forma passiva — são cotados de acordo com o seu vlor de mercado intradiário em uma sessão de negociação exclusiva.

Termo do dia

Índice de Governança Corporativa Trade (IGCT B3)

O que é Índice de Governança Corporativa Trade (IGCT B3)? O Índice de Governança Corporativa Trade (IGCT B3) é uma carteira teórica proposta pela Bolsa de…