Gerenciamento matricial de despesas (GMD)

Última modificação em 27 de Julho de 2021 às 02:15

O que é GMD?

GMD, que significa Gerenciamento Matricial de Despesas, é uma ferramenta de controle orçamentário que funciona por meio do agrupamento de despesas em uma matriz.

O recurso auxilia no planejamento financeiro e orçamentário das despesas, contribuindo também com planos de redução de despesas e otimização de processos. Empresas como BRF, Braskem e a Vale utilizam ou já utilizaram essa matriz.

Como funciona o GMD?

Agora você vai ver, na prática, como elaborar e tirar proveito de um GMD.

Estrutura da matriz

O gerenciamento tem 2 eixos: um de entidades e outro de pacotes.

Entidades são unidades da estrutura da organização ou do projeto, que devem ser desenvolvidas na matriz, de acordo com as diretorias, gerências, centros de custos etc. A entidade da Diretoria Financeira, só para ilustrar, pode ser desenvolvida em tesouraria e controladoria — que são centros de custos.

Pacotes, por sua vez, são grupos de despesas similares e que, normalmente, têm centros de custos em comum. Despesas de pessoal, rescisões, planos de saúde e seguros de vida, por exemplo, compõem um pacote, bastante relacionado ao capital humano, por exemplo.

Cada coluna de entidade tem o seu gestor e, cada linha de pacote, tem um responsável pelo gerenciamento do grupo de despesas. 

Fases da análise orçamentária 

Veja como o GMD é utilizado:

Proposto

O gestor de entidade propõe um orçamento que, para ele, será necessário. Como: despesas com viagens, tabelas de preços de determinado serviço que irá utilizar etc.

Negociação

Nesta etapa, o responsável pelo pacote pode intervir e contestar o valor proposto. Em resposta, o gestor de entidade pode justificar.

Aprovação

Na última fase, o responsável pelo pacote pode apontar a necessidade de ajustes — retornando a proposta para a etapa de negociação — ou aprovar e finalizar o planejamento orçamentário. 

Quais os princípios do GMD?

Em um controle orçamentário comum, geralmente, quem o faz não considera os custos dos outros setores da empresa.

Por isso, o gerenciamento matricial pode solucionar esse problema, sobretudo por meio dos seus princípios: 

Controle cruzado

Fazer um controle cruzado é o de ter pelo menos 2 pessoas controlando os gastos e cruzando os dados entre si. Normalmente, é feito pelo gerente do centro de custos da entidade e o gerente do pacote de gastos.

Desdobramento dos gastos

Por este princípio, faz-se a decomposição dos gastos ao longo da hierarquia orçamentária.

Acompanhamento sistemático

É o acompanhamento das despesas a fim de observar qualquer desvio passível de correção.

Quais as vantagens do GMD?

Conhecendo os princípios e o funcionamento do GMD, fica mais fácil pôr algum projeto em prática. Depois da sua conclusão, também é possível comparar aquilo que foi planejado vs. o que foi posto em prática, o que funcionou. 

Se o que foi realizado destoou muito do GMD, é aconselhável criar planos de ação para que, na próxima vez, o planejamento se aproxime mais da realidade.

Outras vantagens são:

  • menos erros, já que mais pessoas participam dos processos de decisão;
  • possibilidade de conhecer outros pontos de vista;
  • troca de aprendizado entre os gestores.

Quais as limitações do GMD?

Como qualquer outro método, o GMD também tem as suas desvantagens, que são:

  • lentificação e atraso nos projetos, devido à participação de mais pessoas;
  • possibilidade de conflitos e necessidade de gerenciá-los com sucesso;
  • alto poder local e enfraquecimento da hierarquia, o que, a depender da organização, pode ser prejudicial — como no caso das empresas familiares. 

Apesar das críticas, o método GMD é uma forma válida de tentar reduzir despesas, em vez de cortar gastos. Essa saída menos agressiva é mais interessante aos gestores, ainda mais em tempos de crise e imprevisibilidade. 

Câmara de Arbitragem

Câmara de Arbitragem

O que é Câmara de Arbitragem Uma Câmara de Arbitragem é um órgão privado voltado à resolução extrajudicial de conflitos. Em outras palavras, ele se dedica...

  CONTINUAR LENDO

Glossário de Finanças e Investimentos

Pesquise a(s) palavra(s) navegando pelo alfabeto abaixo