Última modificação em 12 de maio de 2021

O que é um fundo renda fixa multi-índice?

O fundo renda fixa multi-índice é, como o próprio nome já sugere, um fundo categorizado como produto de renda fixa, mas que não se utiliza de apenas um tipo de indexação em seu portfólio de investimentos.

Assim como outros fundos com essa classificação, a gestão é obrigada a manter ao menos 80% do seu portfólio em títulos de renda fixa, de modo que a enorme maioria do portfólio está longe dos ativos de maior risco, como encontramos na renda variável.

No caso do fundo de renda fixa multi-índice, é comum que essa alocação seja de ao menos 95% do portfólio. O uso de índices permite uma diversificação de exposição ao cotista, mas sem elevar demais o risco do produto.

Como funciona o fundo renda fixa multi-índice?

O fundo de renda fixa multi-índice oferece aos cotistas uma estratégia diversificada, trabalhando com diferentes tipos de índices em seu portfólio. Ou seja, não é um formato único como ocorre em outros produtos da modalidade.

Aqui, você pode ter no mesmo fundo títulos vinculados ao CDI e ao IPCA, índices de juros e inflação, respectivamente. Desta forma, há um equilíbrio de rentabilidade entre esses indicadores.

Além disso, o fundo de renda fixa multi-índice pode tanto trabalhar com títulos públicos, mas também com títulos do mercado privado, ampliando o leque em relação aos fundos tradicionais que investem apenas em ativos emitidos pelo governo — como o Tesouro Selic (LFT).

Quais são os tipos de índices utilizados pelo fundo renda fixa multi-índice?

Como adiantamos, o fundo renda fixa multi-índice pode se utilizar de diferentes tipos de índices. No entanto, o mais comum é que eles sejam de dois tipos. São eles:

Vale observar que, embora sejam muito utilizados na renda fixa e tenham relação entre si, índices de juros e inflação possuem características bem distintas entre si. As taxas de juros são definidas periodicamente pelo Banco Central, justamente como uma ferramenta de controle inflacionário. Assim, as rentabilidades e as volatilidades podem ser distintas.

Quais são as vantagens do fundo de renda fixa multi-índice?

O grande benefício de investir em um fundo de renda fixa multi-índice é a diversificação de um portfólio sem precisar correr grandes riscos adicionais. Afinal, não há apenas um indexador na carteira desse tipo de fundo, explorando mercados diferentes para o seu cotista.

Vale lembrar que, no período recente do Brasil, já tivemos juros reais negativos. Isso significa que, em algumas faixas de tempo, o investimento indexado aos juros não foi suficiente para cobrir o aumento dos preços. Em outras palavras, investir apenas em títulos de renda fixa atrelados ao CDI ou à Taxa Selic não garante a manutenção do poder de compra.

Desta forma, contar com títulos de inflação no mesmo portfólio é um ponto atrativo para o investidor equilibrar a sua carteira e, ao mesmo tempo, proteger a sua capacidade financeira para o futuro.

Quais são as desvantagens do fundo renda fixa multi-índice?

Já em relação às desvantagens, o fundo de renda fixa multi-índice possui os mesmos pontos negativos de fundos tradicionais da renda fixa. É o caso, por exemplo, de uma rentabilidade mais restrita do que a renda variável oferece.

Além disso, nem todos os títulos de renda fixa são seguros. Os riscos do mercado financeiro marcam presença (risco de crédito e risco de mercado são exemplos disso) e, no caso de um fundo multi-índice, o investidor perde um pouco de controle sobre qual formato de rentabilidade o seu capital será exposto.

Termo do dia

Propriedade Privada

O que é a propriedade privada? Propriedade privada é o nome dado à qualidade específica de um bem – a de ser posse de uma pessoa,…