Última modificação em 16 de julho de 2021

O que é FMIA-CL?

FMIA-CL significa Fundo Mútuo de Investimentos em Ações do tipo Carteira Livre. Nesse tipo de fundo, os investidores compram cotas e aplicam seus recursos em uma carteira de ações de forma livre, sem que o gestor tenha compromisso com uma estratégia específica, tais como valor e small mid caps.

Mas, no FMIA de Carteira Livre, ainda existe o cuidado do gestor especificar no regulamento quais ativos receberão os investimentos, antes de tomar sua decisão. Todos esses detalhes normalmente estão claros antes de você comprar o fundo na corretora.

Como funciona o FMIA-CL?

Tanto o FMIA, quanto o FMIA do tipo Carteira Livre foram regulamentados na década de 70 e, anos depois, foram reunidos em uma categoria chamada FITVM (Fundo de Investimento de Títulos e Valores Mobiliários), com todos os fundos de renda variável. 

Como você pode imaginar, o FMIA-CL, inclusive por ser de renda variável, é considerado uma opção mais agressiva — quando comparado a fundos de renda fixa ou multimercados.

O fundo, naturalmente, segue a regra de ter 67% da carteira em ações à vista, UNITS (certificados de depósito de ações), bônus de subscrição, Fundos de Índice de ações, cotas de fundos de ações e BDRs (Brazilian Depositary Receipts) classificados como nível II e III.

Já os 33% restantes podem seguir livremente a política de investimento do fundo.

Em alternativa, outras opções para investidores arrojados que querem ter fundos de ações um pouco mais arriscados na carteira são os fundos de small caps e os fundos Long Only.

Quais as vantagens e desvantagens do FMIA-CL?

Agora que você conhece as principais características desse tipo de FMIA, entenda os seus benefícios:

Longo prazo

No geral, os fundos de ações passam do índice Ibovespa, a longo prazo. Portanto, se você busca lucrar com esse investimento, busque mantê-lo no carteira o maior tempo possível.

Retorno alto

O FMIA-CL é uma opção mais agressiva, que traz como bônus uma maior rentabilidade. 

Adicionalmente, como todo fundo de ação, o FMIA-CL oferece uma gestão profissional da carteira e uma boa diversificação.

Como desvantagem principal desse tipo de investimento, são os custos — típicos de todos os fundos de investimento.

Ao adquirir o FMIA-CL você terá de arcar com a taxa de administração e a taxa de performance, além do Imposto de Renda e IOF (Imposto Sobre Operações Financeiras). Somado a tudo isso, ainda existe o entrave da baixa liquidez, com prazo de resgate de aproximadamente 30 dias, caso você queira parar de investir no fundo.

Além disso, o processo de escolha do FIA exige mais cuidados, ainda mais por ser de Carteira Livre, e você não decide quais ativos irão compor a carteira, como todo fundo.

Como investir em FMIA-CL?

Se você se interessou por esse tipo de fundo de ações, conheça algumas etapas essenciais para seguir:

Saiba as taxas do fundo

É aconselhável que elas sejam até 2-20 (2% de taxa de administração e 20% de taxa de performance)

Observe a carteira

Analise se a diversificação, a estratégia e o gestor da carteira estão de acordo com suas expectativas. Descubra o CNPJ do fundo e pesquise o portfolio no site da Comissão de Valores Mobiliários.

Observe a rentabilidade histórica do fundo

O histórico do fundo não diz muito, mas é importante sim conhecer a sua volatilidade, desempenho e comparação com o Ibovespa

Conheça o gestor e a filosofia de investimento

Se o principal diferencial do FMIA-CL, como um fundo de ações, é você contar com um gestor profissional, por que não investigar seu currículo, vertente e justificativas? Então acesse o site da gestora, procure entrevistas com o especialista, leia suas cartas, entre em contato (por e-mail, por exemplo), entre outros. 

Termo do dia

Propriedade Privada

O que é a propriedade privada? Propriedade privada é o nome dado à qualidade específica de um bem – a de ser posse de uma pessoa,…