Última modificação em 12 de maio de 2021

O que é uma Empresa Júnior?

Empresa Júnior (EJ) é uma organização sem fins lucrativos voltada para a sociedade civil acadêmica. Ela tem como objetivo fomentar o mercado de trabalho com o auxílio de estudantes e parcerias com empresas privadas.

O mundo acadêmico é um rico celeiro de oportunidades onde o profissional em formação pode explorar ideias e projetos com todo suporte e orientação. Foi seguindo essa linha de raciocínio que nasceu o que chamamos de Empresa Júnior.

Todo o corpo organizacional da EJ é formado normalmente por discentes com espírito empreendedor e, apesar de contar com investimento financeiro para colocar em prática as ideias e projetos, ninguém recebe por isso. Todo dinheiro é investido na própria empresa júnior, no projeto e na capacitação de seus membros. 

Fazer parte de uma empresa júnior pode render excelentes resultados para o profissional em formação. 
Além de vivenciar na prática tudo que compõe o universo corporativo, o acadêmico tem a oportunidade de idealizar e executar projetos que, muitas vezes, levariam anos de vida profissional.

Como participar de uma Empresa Júnior?

O primeiro passo é estar devidamente matriculado em uma universidade. É necessário se informar junto a secretaria do curso ou grêmio acadêmico se ela possui, em sua grade de serviços oferecidos aos alunos, o programa de Empresa Júnior ativo.

Caso a universidade tenha um projeto de EJ, será necessário o estudo de alguns pontos, como se há vaga disponível e como e quando será o processo seletivo.

Cada universidade tem um cronograma e pré-requisitos mínimos para as candidaturas de participantes, que podem variar entre:

É importante saber que para fazer parte de uma empresa júnior o candidato passa por provas, dinâmicas e entrevistas - exatamente como se estivesse disputando uma vaga de emprego ou estágio.

Quais as vantagens de uma Empresa Júnior?

Uma empresa júnior favorece estudantes, universidades e a iniciativa privada das seguintes formas:

Estudantes

É uma maneira de trabalhar em projetos dos mais variados setores, aprendendo na prática todo o funcionamento de uma empresa. Pela empresa júnior, é possível ter contato direto com profissionais de diversos nichos, compreender como o mercado financeiro funciona e ainda iniciar o networking desde a faculdade.

Universidades

É ótimo para a imagem dos centros universitários ter em seu portfólio projetos de EJ de sucesso. Isso atrai investimento, abre porta para boas parcerias e, claro, abre vantagem ante a concorrência.

Empresas

Para as empresas e todo o setor privado, investir em um Empresa Júnior com um bom projeto em desenvolvimento é um ótimo negócio. A organização tem a possibilidade de captar futuros talentos e ter a sua marca estampando um produto ou serviço de qualidade a baixo custo.

Como é o cenário das Empresas Juniores no Brasil?

O Movimento Empresa Júnior (MEJ) chegou no Brasil em 1988 e logo se firmou como uma das iniciativas mais promissoras dentro das universidades. Inclusive, o Brasil é o país com o maior número de EJ no mundo.

Para ter uma visão um pouco mais detalhada do que representam as empresas juniores no país hoje, vamos a alguns números importantes:

A empresa júnior é um degrau a mais que a vivência acadêmica pode proporcionar ao estudante. Incentivando o seu poder criativo, seu talento empreendedor, suas habilidades em lidar com questões financeiras, sua capacidade de trabalhar em equipe e seu senso de liderança.

Termo do dia

Black & Scholes

O que é Black & Scholes Os economistas Fischer Black e Myron Scholes foram os responsáveis pelo modelo de precificação de opções conhecido como Black &…