Direct Response

Última modificação em 06 de Maio de 2021 às 05:24

O que é direct response?

Direct response é um termo sinônimo de marketing direto, modalidade de marketing em que as ações são realizadas para que os consumidores respondam de imediato à proposta, sem pensar muito. 

Para alcançar esse objetivo, as campanhas de marketing direto trabalham com gatilhos que levam o público a efetuar alguma ação rapidamente, preferencialmente, a compra. Será que as empresas que trabalham com esse estilo de marketing têm mais desempenho?

Como funciona o direct response?

A maioria dos anúncios que você vê, seja na TV ou na Internet, buscam promover uma marca. Já no direct response, o intuito é gerar retorno do investimento imediatamente. Propagandas normais levam meses e até anos para tornar uma empresa conhecida, já o marketing direto foi feito para fechar negócios instantaneamente. 

Estes são os pilares do direct response:

Oferta irresistível

Você já andou pelo shopping e bateu o olho em um produto de qualidade e com condições de pagamento surpreendentes? O impulso age e, mesmo que você não esteja precisando daquilo naquele momento, você não pode deixar a oportunidade passar. É assim que você cai em uma oferta irresistível. 

No direct response, os mercadólogos priorizam divulgar o produto, seu custo/período de teste de um serviço, garantias, bônus, limite de quantidade etc. A ideia é tornar a oferta atraente, para que seja adquirida naquele momento, não depois.  

Informações relevantes

Apesar de tanto apelo para que os consumidores comprem sem pensar muito, o direct response preza pelas informações de qualidade. Assim, os anúncios explicam o que é e para que serve o produto, como ele pode resolver um problema que o possível cliente tem e tudo o mais.

Depoimentos de clientes, selos e certificados também fazem parte dessas informações relevantes, já que eles ajudam o público a confiar no produto. 

Chamada para ação

Ao fim de tudo isso, o público é conduzido a uma ação por meio de um comando curto e objetivo, também chamado de call to action (CTA). São exemplos:

  • Utilize esse cupom;
  • Entre em contato agora;
  • Assine nossa newsletter;
  • Baixe a versão de teste.

O marketing do tipo direct response é praticamente a base de alguns negócios do ramo do e-commerce e dropshipping. 

Ele é facilmente rastreável, ou seja, é fácil achar os contatos que compraram ou que estiveram próximos de fechar a compra. 

Outra vantagem é que ele estabelece uma comunicação direta e bastante assertiva com a audiência. Em vez de anúncios que se perdem nas redes sociais, o potencial cliente pode receber um e-mail ou uma ligação da marca, isto é, a abordagem é bem mais incisiva. 

O direct response é mais lucrativo? 

Os principais meios de pôr em prática o direct response são o telemarketing, e-mail marketing, SMS marketing e mala direta. Entre eles, a mala direta, que é o envio de uma correspondência ou pacote ao endereço do possível cliente, se destaca bastante já que:

  • Pode aumentar o Retorno Sobre o Investimento (ROI) em 60% e o número de potenciais clientes em 53%;
  • 70% dos consumidores afirmam que a mala direta é mais pessoal que as interações digitais;
  • 62% dos consumidores que responderam à mala direta nos últimos três meses fizeram uma compra. 

Mas as empresas realmente fazem direct response?

A agência Sunset Comunicação, por exemplo, conseguiu arrecadar US$ 77 mil em um projeto social por meio do e-mail marketing. 

A SuperBonus, empresa de cartão de crédito, por meio da mala direta, fez com que seus clientes aumentassem em 12,27% seus gastos. O ROI da campanha foi de 29% em 11 meses. 

Assim, não faltam ótimos cases de empresas comuns que obtiveram excelentes resultados com o direct response. 

Jerome Powell

Jerome Powell

Quem é Jerome Powell? Jerome Powell, ou simplesmente “Jay” Powell, é o atual presidente do Federal Reserve (Fed) - que é o sistema de Bancos Centrais dos...

  CONTINUAR LENDO

Glossário de Finanças e Investimentos

Pesquise a(s) palavra(s) navegando pelo alfabeto abaixo