Última modificação em 7 de abril de 2021

O que é ALM?

Asset Liability Management (ALM) é uma técnica de gerenciamento de riscos que visa evitar o descasamento entre ativos e passivos.

O objetivo dessa prática é garantir a rentabilidade dos investidores em diferentes cenários e capacitá-los para tomarem decisões mais assertivas, o que garante maior probabilidade de sucesso. 

O que são ativos e passivos?

Para entender a ALM é preciso definir o que são ativos e passivos:

Ativos: são os direitos e os bens que uma empresa tem em caixa, como os produtos em estoque e as duplicatas a receber. Ou seja, são os investimentos que devem ser feitos agora para garantir que a empresa gere lucro nos próximos meses.

Passivos: Correspondem as dívidas da empresa como as contas a pagar e os empréstimos. Ou seja, são os valores que a empresa deve quitar para continuar operando. 

Onde usar a ALM?

A ALM é usada, principalmente, para gerenciar os fundos de pensão e os investimentos financeiros de bancos e outras instituições:

Fundos de pensão 

Fundos de pensão são órgãos fechados de previdência complementar. São criados por empresas, entidades de classe, associações e cooperativas sem fins lucrativos com o objetivo de administrar os recursos destinados à aposentadoria complementar dos funcionários que atuam nessas entidades. 

Como exemplo de fundos de pensão, podemos citar a Refer a Previ, previdência dos funcionários do Banco do Brasil. Essas entidades possuem como passivos as aposentadorias que os colaboradores deverão receber nos próximos anos.

Para que a aposentadoria seja paga, essas instituições devem aplicar o dinheiro dos funcionários em fundos de investimento que garantam a maior rentabilidade possível, ou seja, que maximizem o patrimônio dos funcionários. Claro, os administradores devem observar as restrições e a política financeira do fundo.

Assim, a ALM garantirá que as pensões e aposentadorias sejam pagas a todos os empregados que se aposentarem e assegurará o fluxo de caixa futuro do fundo de pensão. 

Instituições financeiras 

As instituições financeiras utilizam a ALM para garantir a maior lucratividade possível. Bancos e outras empresas do setor tem um funding como passivo, que aplicado em fundos de investimento assegura boa rentabilidade.

Nesse caso, os indexadores são utilizados para analisar qual será o retorno e a lucratividade. O resultado permitirá prever o retorno do portfólio de investimento e os riscos que a instituição financeira está correndo ao optar por determinado produto.

Assim será possível diminuir ou aumentar a exposição em determinado indexador por meio de técnicas que garantam a imunização da carteira. 

Como integrar a gestão de ativos e passivos?

Para integrar a gestão de ativos e passivos é preciso ter em mente o objetivo e as hipóteses:

Objetivos

Define o motivos dos investimentos. Um fundo de pensão, por exemplo, visa garantir a aposentaria dos empregados de determinada empresa. Já as instituições financeiras trabalham para obter a maior lucratividade possível com a sua carteira de investimentos. 

Hipóteses

As hipóteses são variáveis financeiras que buscam reduzir as incertezas de um investimento. Consideram, por exemplo, o valor das ações, o índice da bolsa de valores os indexadores de cada investimento. 

Nesse caso, a ALM permite analisar a rentabilidade de ativos e passivos por meio de modelos matemáticos elaborados, que determinam o padrão de oscilações do mercado financeiro e o retorno esperado do portfólio ao longo de um determinado período. 

Essa análise varia de acordo com o negócio. Caso o risco seja excessivo, técnicas de hedge e imunização de carteira podem ser utilizadas para garantir o resultado esperado pelas instituições financeiras. 

Termo do dia

Regime de Metas de Inflação

O que é o regime de metas de inflação? Instrumento de política monetária, o regime de metas de inflação foi implementado no Brasil em 21 de…